publicidade
06/08/20
Foto: Alexandre Gondim/ JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim/ JC Imagem

Carcará: a origem do mascote do Salgueiro

06 / ago
Publicado por Lucas Holanda em Campeonato Pernambucano às 0:22

{'nm_midia_inter_thumb1':'https://imagens.ne10.uol.com.br/veiculos/_midias/jpg/2020/08/05/120x80/1_seloweb_600pxsalgueiro-16480804.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5f2b3f37cfdd6', 'cd_midia':16480804, 'ds_midia_link': 'https://imagens.ne10.uol.com.br/veiculos/_midias/jpg/2020/08/05/seloweb_600pxsalgueiro-16480804.jpg', 'ds_midia': 'Selo do Salgueiro campeão pernambucano', 'ds_midia_credi': 'Arte: JC', 'ds_midia_titlo': 'Selo do Salgueiro campeão pernambucano', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '1224', 'cd_midia_h': '228', 'align': 'Left'}

 

“Carcará, pega mata e come”. A maioria das pessoas já ouviram essa canção famosíssima de João do Vale. E foi com esse lema que o Salgueiro quebrou a escrita e se tornou campeão pernambucano de 2020 ao derrotar o Santa Cruz na final. Um título histórico, que quebrou um tabu centenário sem troféus do Estadual para clubes do interior. Uma conquista com um peso enorme não apenas para o time, mas também para a cidade, que foi transformada com a criação de uma equipe de futebol, que foi criando ‘casca’ ao longo dos anos e hoje é a quarta força consolidada do Estado.

LEIA MAIS

>> Após título, presidente do Salgueiro desabafa: “coroamos esse projeto que começou há mais de 15 anos”

>> Daniel Neri: o português que fez história no Salgueiro e no futebol de Pernambuco

>> Salgueiro: um clube que revolucionou uma cidade

>> Confira a campanha vitoriosa do Salgueiro no Campeonato Pernambucano 2020

>> Salgueiro se consolida como a maior força do interior pernambucano

>> Salgueiro faz história, vence o Santa Cruz nos pênaltis e conquista título Pernambucano

E como surgiu essa ideia do Carcará representar o Salgueiro? O presidente do clube explica. Em entrevista ao Jornal do Commercio, o mandatário da equipe detalhou o passo a passo da escolha do mascote. Além disso, afirmou que não é apenas um símbolo, mas também que casou com as características do Sertão pernambucano.

“Quando o clube foi criado, Chamamos um grande compositor da cidade, Zezito, para ele criar o hino do time e ele criou. Um hino que alegra todo mundo aqui da cidade. Depois chamamos um artista plástico de Salgueiro chamado Jaiminho para ver qual mascote iríamos escolher. Foi feito uma pesquisa e já tinha Leão, Cobra, Timbu e outros. Então ele foi e disse que um animal característico do Sertão é o Carcará. E aí fizeram o mascote do Salgueiro de Carcará e também apelidaram o clube assim. A partir daí, a cidade foi abraçando a cidade”, disse José Guilherme, que completa falando da evolução do Carcará ao longo dos anos.

“Em 2006, pela primeira vez participamos da Série A1 do Estadual. Subimos, fizemos o primeiro turno e fomos rebaixados em 2006. Insistimos no projeto e o clube foi amando. Em 2007 fomos campeões da Série A2 do Campeonato Pernambucano. E aí depois fomos para Série C em 2008. Salgueiro foi deslanchando, ganhando experiência, trazendo profissionais para nos ajudar e fomos aprendendo, devagar, com honestidade, cumprindo os compromissos e fomos criando essa musculatura, onde chegamos até a Série B do Campeonato Brasileiro (2011)”, finalizou. Com o título Estadual, agora o Salgueiro foca na Série D do Campeonato Brasileiro, prevista para começar no próximo mês.

 


FECHAR