publicidade
06/08/20
Foto: Alexandre Gondim/ JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim/ JC Imagem

Salgueiro: um clube que revolucionou uma cidade

06 / ago
Publicado por Lucas Holanda em Campeonato Pernambucano às 0:10

{'nm_midia_inter_thumb1':'https://imagens.ne10.uol.com.br/veiculos/_midias/jpg/2020/08/05/120x80/1_seloweb_600pxsalgueiro-16480804.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5f2b3f37cfdd6', 'cd_midia':16480804, 'ds_midia_link': 'https://imagens.ne10.uol.com.br/veiculos/_midias/jpg/2020/08/05/seloweb_600pxsalgueiro-16480804.jpg', 'ds_midia': 'Selo do Salgueiro campeão pernambucano', 'ds_midia_credi': 'Arte: JC', 'ds_midia_titlo': 'Selo do Salgueiro campeão pernambucano', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '1224', 'cd_midia_h': '228', 'align': 'Left'}

 

Com os resultados conquistados desde a sua fundação em 2005, o Salgueiro foi se consolidando como a quarta força do futebol pernambucano, atrás apenas de Náutico, Santa Cruz e Sport. E além dos resultados esportivos, o Carcará também mudou um rótulo da cidade. Em entrevista ao Jornal do Commercio, o presidente do clube do Sertão, José Guilherme, explica como a criação de um time de futebol, há mais de 15 anos atrás, fez o preconceito e a discriminação com os moradores da cidade diminuir bastante. O mandatário do Salgueiro definiu essa relação entra clube e o município como importantíssima.

LEIA MAIS

>> Daniel Neri: o português que fez história no Salgueiro e no futebol de Pernambuco

>> Carcará: a origem do mascote do Salgueiro

>> Após título, presidente do Salgueiro desabafa: “coroamos esse projeto que começou há mais de 15 anos”

>> Confira a campanha vitoriosa do Salgueiro no Campeonato Pernambucano 2020

>> Salgueiro se consolida como a maior força do interior pernambucano

>> Salgueiro faz história, vence o Santa Cruz nos pênaltis e conquista título Pernambucano

“A relação do clube com a cidade ela é muito grande e importante. Uma relação emocional forte. O clube foi fundado dentro de um projeto de valorizar a cidade. Há 15, 20 anos atrás, a cidade de Salgueiro ela era tida como uma cidade violenta, de pistoleiros, então existia um preconceito muito grande com a cidade de Salgueiro. Você era morador de Salgueiro e, quando chegava em outro lugar, o pessoal já olhava meio assim: ‘vish, você é de Salgueiro. E o povo era de bem, então todo mundo acabava se sentia triste sendo tratado desta forma pejorativa”, disse José Guilherme, que completa explicando o processo de criação do Salgueiro.

“Então políticos e empresários se reuniram para debater o que precisava ser feito para melhorar essa imagem de Salgueiro, que não era verdade porque Salgueiro sempre teve gente muito batalhadora. Até empresários ficavam com medo de investir em Salgueiro. Então o empresário Clebel Cordeiro deu a ideia de fundar um time de futebol para que a partir daí a cidade passasse a ter outra imagem. Mas muita gente não acreditou nisso. Eles duvidavam que Sport, Náutico e Santa Cruz não iriam querer jogar em Salgueiro. Mas Clebel Cordeiro, que hoje é prefeito de Salgueiro, insistiu no projeto e foi até a FPF juntamente com outros empresários. No começo, Carlos Alberto ficou um pouco cético desse projeto no começo e explicou o que seria necessário para criar o time na época. A gente nem time profissional tinha na época, tinha o amador que era o Atlético de Salgueiro. Então pegamos esse amador e transformamos em Salgueiro Atlético Clube”, finalizou o presidente do Carcará.

Desde a sua criação, o Salgueiro conseguiu chegar em três finais do Campeonato Pernambucano, na Série B, fazer jogos grandes na Copa do Brasil e, com o título de 2020 conquistado diante do Santa Cruz, se tornar o primeiro time do interior a sagrar-se campeão estadual, quebrando um tabu que durava desde a criação do torneio. Além disso, quebrou a escrita de só Náutico, Santa Cruz e Sport vencerem títulos estaduais de forma interrupta, algo que já vinha desde 1944, quando o América-PE foi o último campeão antes da hegemonia do Trio de Ferro que durou de forma seguida até 2020, ano que o Carcará quebrou esse tabu e foi campeão pernambucano, um título que simboliza a história não só de um clube, mas também de uma cidade.

 


FECHAR