publicidade
25/03/20
Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

Empresa brasileira cria hub com informações e análises geográficas sobre o coronavírus no país

25 / mar
Publicado por Manuela Figueredo em Aplicativos às 8:56

Para ajudar a população brasileira a acompanhar os casos de contágio pelo coronavírus e ter uma fonte confiável de informações sobre as ocorrências, a empresa Imagem Geosistemas criou o hub Coronavírus no Brasil, que reúne os principais dados referentes ao surto da covid-19. O acesso é gratuito, através deste link.

O grande destaque da plataforma é que o mapa apresenta detalhamentos, com registros estaduais de casos suspeitos, confirmados, descartados e óbitos no Brasil. Com uma abordagem intuitiva e de fácil interação, o hub também traz um diferencial que indica as áreas mais susceptíveis a casos letais da doença, levando em conta, a partir de dados do Censo, a densidade demográfica e a proporção de pessoas idosas em todo o território nacional.

As duas aplicações foram criadas com base no Sistema de Informações Geográficas ArcGIS. Bastante utilizada no combate de disseminação de doenças, a tecnologia GIS – responsável por agrupar e cruzar as informações oficiais com insumos geográficos – foi, inclusive, utilizada na época da epidemia ebola, em 2014, a segunda maior epidemia da história que chegou a matar mais de 11 mil pessoas na África Ocidental. “Neste caso, um dos benefícios da utilização do ArcGIS, é que ele possibilitou a rápida publicação dos dados coletados pelas agências, em uma interface dinâmica e amplamente acessível ao público em geral”, explicou Caio Riebold, Arquiteto de Soluções na Imagem Geosistemas.

Segundo o especialista, visualizar as informações em contexto geográfico facilita a análise do problema e, consequentemente, auxilia na rápida definição de respostas e tomada de decisões. “Uma tecnologia apresentando as distâncias entre registros de casos confirmados pode auxiliar o poder público com insumos para decidir se aquela é uma região de risco ou se são apenas casos isolados, podendo, desse modo, tomar medidas mais assertivas para controle ou prevenção de novos contágios”, conclui.

Em tempo de isolamento social, WhatsApp dobra capacidade de servidores para chamadas de voz

Mapa em tempo real com casos de coronavírus é lançado pela Microsoft

Facebook reduz qualidade de vídeo na América Latina durante isolamento social

Casos no Brasil e em Pernambuco

Nesta terça-feira (24), o Ministério da Saúde atualizou os casos de coronavírus no Brasil. São 2.201 casos confirmados com 46 mortes, sendo 40 em São Paulo e 6 no Rio de Janeiro. A Secretaria Saúde de Pernambuco anunciou que subiu para cinco o número de pessoas curadas do novo coronavírus em Pernambuco. De acordo com o balanço divulgado pelo órgão nesta terça-feira (24), o número de pacientes com o novo coronavírus permanece o mesmo do divulgado anteriormente, 42. 

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Linha do tempo do coronavírus

 

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

Confira o passo a passo de como lavar as mãos de forma adequada


FECHAR