publicidade
23/10/20
Foto: Caio Falcão/Náutico
Foto: Caio Falcão/Náutico

Com gol marcado contra o Oeste, Kieza encerra jejum de gols e vence a primeira com o Náutico na Série B

23 / out
Publicado por Lourenço Gadêlha em Náutico às 9:34

A vitória por 1 a 0 sobre o Oeste na última rodada trouxe um alívio não só para o Náutico, que não vencia há seis jogos, mas também para Kieza, que fez o gol do triunfo e encerrou um jejum que durava cinco partidas. O último gol havia sido no dia 18 de setembro, no empate em 1 a 1 contra a Chapecoense, nos Aflitos. Principal contratação do Náutico para a temporada 2020, o atacante ainda não havia vencido com a camisa do Timbu na Série B do Campeonato Brasileiro, fato que só aconteceu no jogo de terça diante do Oeste.

Na competição, o atacante esteve em campo em oito dos 16 jogos disputados pelo Náutico. Antes da vitória sobre o Oeste, Kieza entrou em campo sete vezes com três empates, quatro derrotas e dois gols marcados – Avaí na estreia e Chapecoense na 10ª rodada. A ausência nos demais jogos se deu por uma lesão na panturrilha adquirida no empate contra o Operário-PR ainda na segunda rodada, quando ficou de fora de sete jogos. O camisa 9 ainda foi ausência na derrota para o Cuiabá, na 12ª rodada, devido a um trauma no joelho.

“Eu nunca me machuquei tanto como aconteceu neste ano, infelizmente. Isso vem me atrapalhando muito. Esse ano de 2020 vem sendo ruim para todo mundo. E muitas vezes tento entrar em campo da melhor forma possível, mesmo machucado, sentindo dor, para tentar ajudar o clube, porque sei da importância que tenho para o grupo. E isso, às vezes, acabou precipitando, voltando um pouco antes do tempo necessário, e isso acabou retrocedendo um pouco (a recuperação). Mas espero não me machucar mais, evoluir, sei que preciso melhorar muito. E espero que as coisas comecem a melhorar e, com essa última partida, a gente possa crescer cada vez mais e os gols possam sair cada vez mais”, avaliou o centroavante.

Contratado sob expectativa no início da temporada em razão do desempenho apresentado em outras passagens pelo Náutico – em 2011 foi artilheiro da Série B com 21 gols, e em 2012, destaque do time na campanha na Série A – os números de Kieza em 2020 estão abaixo do esperado pela torcida alvirrubra. Isso porque em 18 jogos, o atacante fez apenas seis gols, além de acumular um desempenho coletivo regular, com seis vitórias, seis empates e seis derrotas nas vezes que esteve em campo. Em média, Kieza marca 0,33 gols por jogo ou um gol a cada 234,83 minutos com a camisa alvirrubra. 

Sem ter correspondido ainda ao que se esperava dele, o atacante sabe da responsabilidade que tem e o quanto os alvirrubros esperam dele. Nisso, ele destacou o desejo de recuperar os bons momentos já apresentados com a camisa do Náutico. “Sei que a expectativa do torcedor é imensa. A minha também é grande, e a gente espera corresponder à altura. Venho numa terceira passagem no clube, quero voltar a fazer como fazia nas outras temporadas”, acrescentou.

LEIA MAIS:

>> Náutico e Cruzeiro se enfrentam em situação semelhante nesta Série B

>> Náutico fica próximo de anunciar lateral-direito vindo do Goiás

>> Regularizado, Marcos Vinícius pode reestrear no Náutico diante do Cruzeiro, seu ex-clube

>> Náutico renova com zagueiro, que permanece até o fim da Série B para depois se transferir

>> Náutico anuncia contratação do lateral-esquerdo Igor Miranda

>> “Thiago tem minha confiança”, diz técnico do Náutico

>> Náutico: Vinícius estreia com elogios do técnico Gilson Kleina

HISTÓRICO

O desempenho de Kieza pode decepcionar os torcedores do Náutico, mas não foge da realidade recente apresentada pelo atleta nos últimos clubes. Na temporada de 2019, onde iniciou o ano no Botafogo e terminou no Fortaleza, o atleta esteve em campo em 35 jogos, com apenas dois gols marcados, sendo um por cada time. O primeiro tento foi marcado pelo alvinegro no Campeonato Carioca, contra o Madureira. Já o segundo, no Tricolor do Pici, foi marcado na derrota para o Corinthians por 3 a 2, na Série A do Brasileiro. Ou seja, Kieza teve um média de 0,06 gols por jogo disputado no ano passado. 

Em 2018, Kieza fez três jogos no Vitória e 40 no Botafogo. Naquele ano, foram 10 gols marcados, todos com a camisa alvinegra. Apesar do maior número se comparado a atual temporada, a média foi de 0,23 gols por jogo, inferior a de 0,33 em 2020. O desempenho é similar ao ano de 2017, quando Kieza esteve em campo em 31 jogos, balançando as redes em 12 oportunidades com a camisa do Vitória. A média por jogo daquela temporada ficou em 0,39, superior aos anos seguintes (2019 e 2020).  

A última grande temporada do atacante foi em 2015, pelo Bahia. Essa, talvez, possa animar os torcedores alvirrubros, já que o atleta também disputou a Série B do Brasileiro. Com a camisa do tricolor baiano naquele ano, Kieza atuou em 50 jogos e marcou 29 vezes. Foi o melhor desempenho da sua carreira, com uma média de 0,58 gols por jogo, quase o dobro da atual no Timbu. Tais números se comparam com a primeira passagem do atacante pelo Náutico, em 2011, quando entrou em campo 47 vezes e marcou 27 gols, tendo uma média de 0,57 gols por jogo.

NÚMEROS DE KIEZA NA TEMPORADA:

18 jogos (16 como titular e 2 saindo do banco de reservas)

1.409 minutos em campo

6 gols marcados

Média de 0,33 por jogo

Um gol marcado a cada 234,83 minutos

Desempenho coletivo: 6 vitórias, 6 empates e 6 derrotas

 

SÉRIE B:

8 jogos (7 como titular e um saindo do banco de reservas)

658 minutos em campo

3 gols marcados

Média de 0,38 gols por jogo

Um gol marcado a cada 219,33 minutos

Desempenho coletivo: 1 vitória, 3 empates e 4 derrotas


FECHAR