publicidade
17/02/20
Foto: Anderson Stevens/Sport Club do Recife
Foto: Anderson Stevens/Sport Club do Recife

“Precisamos de um lateral-direito e um atacante”, diz presidente do Sport

17 / fev
Publicado por Lucas Holanda em Notícias às 18:02

Com o momento ruim que o Sport vive, naturalmente a cobrança de reforços por parte da torcida aumenta consideravelmente. Dos contratados até aqui, dá para dizer que apenas o atacante Leandro Barcia caiu realmente nas graças do torcedor – com menção ao argentino Lucas Mugni. Em entrevista à Rádio Jornal, o presidente do Sport, Milton Bivar, saiu em defesa do elenco e mirou a contratação de um lateral-direito e de um atacante de beirada, além de reforçar o discurso de que não iria cometer irresponsabilidades.

” Todo início de temporada fica difícil a gente avaliar 100%. Esses times pequenos que começam a se preparar em novembro estão muito mais preparados que quem começou depois. Não posso me precipitar e dizer que fulano não serve. Esse início serve para a gente avaliar o nosso plantel. Tivemos um probleminha que foi a garotada do sub-23 que não deu até agora a reposta que precisávamos para lançar um ou dois da base”, explicou.

 

 

LEIA MAIS

Sport volta a viver “Dia da Marmota” com retorno de Daniel Paulista

Presidente do Sport explica contratação de Daniel Paulista e elogia treinador

“Hoje o Sport tem um técnico rubro-negro”, afirma Daniel Paulista

De volta à Ilha, Daniel Paulista destaca trabalho: ‘vamos colocar o Sport na rotina de vitórias’

NOVOS REFORÇOS

Além de sair em defesa do elenco, Milton Bivar aproveitou para comentar a necessidade de um lateral-direito e de um atacante de beirada, mas voltando a destacar que não seria irresponsável na parte financeira. “Vamos contratar. De pronto, precisamos de um lateral-direito e de um atacante de beirada. Mas eu não vou cometer irresponsabilidade. Já estamos com a folha bastante alta, dentro do que podemos pagar esse ano, temos que ter muita calma, usar a inteligência, conhecimento, para trazer os jogadores que supram as nossas necessidades tanto tecnicamente quanto financeiramente”, disse o mandatário.


FECHAR