publicidade
25/01/20
Agora ex-goleiro é um dos maiores ídolos do clube. Foto: Divulgação/Santa Cruz
Agora ex-goleiro é um dos maiores ídolos do clube. Foto: Divulgação/Santa Cruz

Santa Cruz presta homenagens a Tiago Cardoso no Arruda

25 / jan
Publicado por Karoline Albuquerque em Copa do Nordeste às 21:10

Tiago Cardoso agora é ex-goleiro. O paredão tricolor anunciou a aposentadoria durante a semana por causa das dores constantes no joelho que o acompanharam, encerrando precocemente a vitoriosa carreira. Neste sábado (25), o atleta de 35 anos recebeu diversas homenagens no estádio do Arruda, diante de mais de 16 mil torcedores, quando o Santa Cruz enfrentou o Bahia, pela Copa do Nordeste 2020.

VEJA COMO FOI SANTA CRUZ 0x0 BAHIA

No gramado, Tiago recebeu a camisa 1 emoldurada. O número passará o ano de 2020 “aposentado” para honrar aquele que por tanto tempo elevou o número ao principal do time coral. Ele deu uma volta no estádio, recebendo os cumprimentos da torcida da qual é ídolo.

LEIA MAIS:

>Itamar Schulle aprova atuação do Santa Cruz contra o Bahia: ‘Serviu de parâmetro’

>Tiago Cardoso, Gilberto e Renatinho: Santa Cruz “reúne” trio no Arruda

>Maycon dedica boa atuação pelo Santa Cruz a Tiago Cardoso

Em campo, os jogadores que empataram em 0x0 com o Bahia, pela 1ª rodada da fase de grupos do regional, levaram os feitos do arqueiro nas costas. O nome de Tiago Cardoso estava lá sob as traves, na camisa do goleiro Maycon, que fez uma bela atuação em homenagem àquele que é também seu ídolo.

Nas costas de Pipico, o acesso de 2011, tirando o Santa Cruz da Série D após amargar três anos na Quarta Divisão. Fabiano exibiu o retorno à Série B do Campeonato Brasileiro, no acesso de 2013. O título do Campeonato Pernambucano 2013 estava com o meia Jeremias.

E, após o jogo, o nome do goleiro foi eternizado no clube. A academia do vestiário do Santa Cruz recebeu o nome de Tiago Cardoso. A homenagem ao ídolo multicampeão contou com a presença de outros atletas que atuaram e conquistaram troféus junto a ele. O meia Renatinho, o ex-atacante Tiago Cunha e o zagueiro coral Danny Morais aplaudiram um dos maiores nomes da história coral.


FECHAR