publicidade
13/12/19
Nereu encarou um tratamento intensivo por cerca de quatro meses, mas não resistiu e faleceu nesta quinta (12), vítima de um tumor na cabeça
Foto: Reprodução/Twitter @RicardoRocha94
Nereu encarou um tratamento intensivo por cerca de quatro meses, mas não resistiu e faleceu nesta quinta (12), vítima de um tumor na cabeça Foto: Reprodução/Twitter @RicardoRocha94

Despedida a Nereu Pinheiro acontece às 10h desta sexta (13), no Morada da Paz

13 / dez
Publicado por Luana Ponsoni em Futebol Pernambucano às 7:15

O 12 de dezembro, sempre tão especial na carreira do técnico pernambucano Nereu Pinheiro, vai passar a ser lembrado também como o dia em que o ex-treinador de times como Sport, Santa Cruz e América-PE precisou dar adeus. Despediu-se da vida na manhã da última quinta-feira (12), aos 71 anos, após batalha contra um tumor cerebral, diagnosticado em agosto. Justamente na data em que celebraria os 20 anos de um de seus maiores feitos como comandante de um time de futebol. Em 1999 conduziu o Santa Cruz ao acesso à Série A do Campeonato Brasileiro. O velório acontece no Cemitério Morada da Paz, em Paulista. O enterro está programado para as 10h desta sexta-feira (13).

LEIA MAIS

>Descobridor de talentos, Nereu Pinheiro marcou geração de ouro do Sport

>Ricardo Rocha lamenta morte do ‘grande descobridor e apoiador de talentos’ Nereu Pinheiro

>Nereu: campeão, formador de craques e sem frescura

Além da dor e da saudade, fica, entre admiradores e amigos do treinador, a profunda admiração pela figura querida que ele passou a representar para o futebol de Pernambuco. Se no Santa Cruz conquistou um acesso improvável, sendo vice da Série B de 1999, com o Sport foi vice-campeão da Copa do Brasil. Na primeira edição do evento, em 1989, o Leão acabou derrotado pelo Grêmio na decisão. Passou ainda por clubes como Central-PE, Ferroviário-PE, Treze-PB, Confiança-SE e Sergipe.

“Nereu é uma lenda viva. Passou por grandes clubes e vai deixar o saudade enorme. A Federação (Pernambucana de Futebol) lamenta muito a morte de Nereu e vai tomar todas as medidas protocolares para prestarmos a homenagem que ele merece”, pontuou o presidente da FPF, Evandro Carvalho.

Durante o trabalho que empreendeu no futebol, Nereu Pinheiro teve a felicidade de revelar muitos craques. Encabeçam a lista nomes como os ex-jogadores da seleção brasileira Juninho Pernambucano e Russo, além de Sandro Barbosa e Chiquinho. “Descanse em paz, professor Nereu. Muito obrigado pela minha primeira oportunidade como jogador profissional. Sem essa oportunidade que você me deu, eu nunca seria capaz de realizar meu sonho. Que Deus lhe dê a paz eterna. Descanse em paz e muito obrigado”, escreveu Juninho Pernambucano no twitter, referindo-se ao ano de 1994, quando atuou com Nereu no Sport.

RECONHECIMENTO
O grande talento do treinador para revelar novos nomes ao futebol foi exaltado pelo tetracampeão e também pernambucano Ricardo Rocha. Por meio da rede social twitter, o ex-zagueiro do Santa Cruz e da seleção brasileira lamentou a morte de Nereu. “Hoje (ontem) o futebol pernambucano e brasileiro perde uma de suas figuras mais importantes. Um grande descobridor e apoiador de talentos do futebol. Descanse em paz, Professor Nereu Pinheiro! Que Deus te receba de braços abertos”, publicou o ex-jogador, que ilustrou o texto com foto de visita a Nereu no hospital.

Santa Cruz e Sport também divulgaram notas de pesar pelo falecimento do treinador. Os dois clubes exaltaram o trabalho feito por Nereu e enviaram condolências aos familiares.


FECHAR