publicidade
12/12/19
Nereu encarou um tratamento intensivo por cerca de quatro meses, mas não resistiu e faleceu nesta quinta (12), vítima de um tumor na cabeça
Foto: Reprodução/Twitter @RicardoRocha94
Nereu encarou um tratamento intensivo por cerca de quatro meses, mas não resistiu e faleceu nesta quinta (12), vítima de um tumor na cabeça Foto: Reprodução/Twitter @RicardoRocha94

Ricardo Rocha lamenta morte do ‘grande descobridor e apoiador de talentos’ Nereu Pinheiro

12 / dez
Publicado por Fernando Castro em Notícias às 11:28

O ex-zagueiro da Seleção Brasileira e do Santa Cruz Ricardo Rocha usou sua conta oficial no Twitter para lamentar a morte do Nereu Pinheiro, uma das principais referências do esporte em Pernambuco, que morreu aos 71 anos vítima de um tumor na cabeça, nesta quinta-feira (12).

Na publicação, Ricardo Rocha disse que “o futebol pernambucano e brasileiro perdem uma de suas figuras mais importantes” nesta quinta. O ex-zagueiro lembrou ainda da especialidade de Nereu, descobrir craques: “Um grande descobridor e apoiador de talentos do futebol”.

Dia triste para o futebol

O futebol pernambucano acordou nesta quinta-feira de luto. Nos últimos quatro meses, Nereu encarou um tratamento intensivo, mas não resistiu e faleceu nesta quinta-feira (12), vítima de um tumor na cabeça. Ele estava internado no hospital Hapvida de Casa Forte, na Zona Norte do Recife. O ex-treinador reúne passagens por Sport, Santa Cruz, América, entre outros clubes da região. Coincidentemente, Nereu faleceu no dia em que se rememora o grande feito de sua carreira. No dia 12 de dezembro de 1999, ele liderou o Santa Cruz na conquista do acesso do Tricolor para a Série A.

Leia mais: Carlyle Paes Barreto: Boleiro raiz, Nereu Pinheiro formou craques e atuava sem frescura

Leia mais: Relembre o ‘time de garotos’ de Nereu Pinheiro, que subiu o Santa Cruz à Série A em 1999

Leia mais: Referência no futebol de Pernambuco, Nereu Pinheiro morre vítima de um tumor na cabeça

ACESSO HISTÓRICO

Em 1999, o Santa Cruz montou um time com medalhões, inclusive com a presença do argentino Mancuso. Mas a temporada não foi positiva para o Tricolor. Foi derrotado no Estadual e por pouco não caiu para a Série C. Foi então que Nereu assumiu a equipe coral, apostando nos jovens da base. A Série B de 20 anos atrás apresentava outro formato. No mata-mata, o Santa Cruz superou o São Caetano e, no quadrangular final, conseguiu o acesso junto com o Goiás. Bahia e Vila Nova permaneceram na segunda divisão.

“Nereu é uma lenda vida. Passou por grandes clubes e vai deixar o saudade enorme. A Federação (Pernambucana de Futebol) lamenta muito a morte de Nereu e vai tomar todas as medidas protocolares para prestarmos a homenagem que ele merece”, pontuou o presidente da FPF, Evandro Carvalho.

O Santa Cruz usou as redes sociais para homenagear o ex-técnico e lembrar o grande feito que marcou a história do clube. “Uma figura totalmente volta para o futebol. Grande descobridor de talentos. O santa cruz tem que prestar uma homenagem. É uma grande perda para o futebol”, falou o ex-presidente do Tricolor, João Caixero.

REFERÊNCIA


FECHAR