publicidade
09/10/19
Foto: Léo Motta/JC Imagem
Foto: Léo Motta/JC Imagem

Volta aos Aflitos marca o acesso e título conquistados pelo Náutico

09 / out
Publicado por Klisman Gama em Náutico às 16:10

O retorno do Náutico para disputar a Série B em 2020 contou com vários fatores que se tornaram marcantes para o torcedor e o clube. Mas um em específico trouxe de volta a mística alvirrubra de ser um grande mandante jogando em casa: o estádio dos Aflitos. Com as várias obras feitas, principalmente na área interna – restauração das arquibancadas, teto, cadeiras, reforma do gramado – a casa do Timbu voltou a receber jogos. Ainda existem obras a serem finalizadas nos próximos meses, principalmente na área externa. Como o acesso veio, o clube passa a receber mais recursos e poderá acelerar essas obras.

LEIA MAIS

>> Diógenes Braga diz que a maioria do elenco alvirrubro fica para 2020

>> Os bastidores do Náutico na conquista da Série C pelas lentes do JC

>> Opinião: festa durante a madrugada comprovou como a torcida do Náutico jogou junto

>> Náutico publica foto oficial dos campeões da Série C

“Fazia mais de 30 anos que não se tinha uma reforma na quadra dos Aflitos e a gente está cuidando dela também. A gente não terminou a reforma nos Aflitos. Começamos a jogar e avisamos a torcida que teria alguns atropelos ainda. Com o acesso, a gente vai ter um recurso maior e vamos melhorar a qualidade das cabines de imprensa, dos banheiros, algumas áreas que têm que ser feitas ainda, já existia isso dentro do planejamento”, afirmou o presidente do Náutico, Edno Melo.

As obras do Eládio de Barros Carvalho começaram em fevereiro de 2017, quando o processo de terraplenagem e retirada de cadeiras antigas começou. Meses depois, passou para o sistema de drenagem e irrigação. Após um ano, começou o plantio da grama. Ações foram feitas para que o torcedor participasse ativamente do plantio. Outras, como a venda de um espaço no alambrado para que o aficionado tivesse seu nome gravado no vidro, também fizeram sucesso.

Dali em diante, as cadeiras foram colocadas, acessos novos foram criados e os existentes melhorados. No dia 16 de dezembro de 2018, a reabertura oficial aconteceu com o jogo entre Náutico e Newell’s Old Boys, com a vitória do Timbu por 1 a 0. Ainda há outros pontos a se avançar, mas o simbolismo do retorno à sua casa faz com que o Timbu suba para um outro patamar.

DESEMPENHO EM CASA

Jogar nos Aflitos remete a grandes jogos, vitórias, e um Náutico difícil de ser batido em seus domínios. Essa mística se faz presente na maior parte das campanhas do Alvirrubro em competições nacionais e assim se manteve. Na primeira fase da Série C, o Timbu foi o segundo melhor mandante entre os Grupos A e B. Fez 20 pontos em nove jogos, abaixo apenas do São José-RS, que fez 21. Foram seis vitórias, dois empates e uma derrota. No mata-mata, empatou com o Paysandu e venceu Juventude e Sampaio Corrêa. No geral, oito triunfos, três igualdades e um tropeço em 12 partidas. Tudo isso gerou um aproveitamento de 75%. 

No ano, essa conta passa para 17 vitórias, cinco empates e três derrotas em 25 jogos. Aproveitamento de 74,6% dos pontos disputados. Valor praticamente igual ao obtido na Terceira Divisão. Foram 51 gols marcados e 23 sofridos. Além disso, o Náutico chegará em 2020 com uma invencibilidade de 11 jogos em casa. A última derrota aconteceu no dia 12 de maio, quando foi derrotado pelo Ferroviário por 1 a 0. Isso mostra que quem vier aos Aflitos no próximo ano, terá trabalho para vencer o Alvirrubro.


FECHAR