publicidade
13/09/19
Técnico quer manter Náutico focado. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Técnico quer manter Náutico focado. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Opinião: a motivação do elenco do Náutico na temporada

13 / set
Publicado por Carlyle Paes Barreto em Náutico às 11:05

Alguém já teve a oportunidade de acompanhar as orações de jogadores de futebol momentos antes dos jogo? Quem não está acostumado se assusta, com a velocidade e até mesmo com o fervor. Misturando até com palavrões no final. E com paixão. O ritual, espalhado de Norte a Sul do Brasil, seja num Estadual remoto ou mesmo com a seleção brasileira, mostra como o fator emocional está presente no futebol.

Sem falar de palestras, vídeos com familiares, visita de padres ou pastores, frases de efeito. Tudo para deixar os jogadores com sangue nos olhos.

LEIA MAIS

> Camutanga compara campanhas do Náutico na Série C 2018 e 2019

> Gilmar Dal Pozzo e o quebra-cabeça para montar o time titular do Náutico

> Sem marcar na temporada, Camutanga comemora lance salvador como gol

> Thiago abre o jogo sobre o Náutico, propostas e sonho de jogar na Europa

> Carreata foi surpresa para Camutanga em sua cidade natal

Isto explica os treinos fechados de Dal Pozzo após o objetivo principal alcançado, que era o acesso. Mais que esconder o jogo ao próximo adversário, o Juventude, é para mostrar subliminarmente a seu time que há novas metas pela frente.

E nisso o técnico do Náutico está certíssimo. Para manter a motivação lá em cima, dias depois de uma conquista, é preciso mais que palavras ou reza. São fundamentais os gestos.


FECHAR