RECUPERADO

Após largar cocaína, cigarro e álcool, Dinho Ouro Preto afirma que parou de tomar Rivotril após Covid-19

Após largar cocaína, cigarro e álcool, Dinho Ouro Preto afirma que parou de tomar Rivotril após Covid-19

Dinho Ouro Preto está curado da Covid-19. (Foto: Reprodução/Twitter)

Publicado em Notas 26/05/2020 às 9:53

Um dos primeiros famosos a ser contaminado pela Covid-19 foi Dinho Ouro Preto (56), vocalista do Capitão Inicial. Já curado, o cantor afirma ter abandonado o vício em Rivotril após superar o coronavírus. “Deixei para trás a cocaína há quinze anos, parei com o cigarro há dez e estou sem beber há três. E sabe o que mais?”, questionou o músico em entrevista à Veja.

“Vai parecer maluquice, mas estou há três semanas sem tomar Rivotril. Um hábito horrível que adquiri durante as rotinas insanas de viagens sem dormir. A Covid-19 me ajudou nisso: só consegui me livrar quando parei minha rotina totalmente. Era a última substância que eu precisava largar. Agora posso dizer que estou limpo”, revela Dinho.

LEIA MAIS > Globo marca volta das gravações de Amor de Mãe e Salve-se Quem Puder

O vocalista também relatou os sintomas que sentiu nos 28 dias que passou internado. “Parece um afogamento seco”, diz ele. “Eu me sentia um mero espectador da batalha que meu organismo travava contra o vírus. Sem poder fazer nada, apenas torcia para que minhas defesas fossem fortes o suficiente para matar o vírus”, contou Ouro Preto, afirmando que a Covid-19 foi umas das piores doenças que ele já enfrentou. “Nada se compara ao que senti nas semanas em que estive doente. Nunca peguei algo tão forte como esse vírus”, finalizou o cantor, que já contraiu gripe suína e dengue.

Compartilhe
Publicado por
Igor Guaraná

Comentários