publicidade
22/04/21
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Paulo Câmara mantém funcionamento de atividades econômicas até 9 de maio e libera comércio de praia de segunda a sexta

22 / abr
Publicado por José Matheus Santos em Notícias às 12:14

O governador Paulo Câmara (PSB) anunciou, em pronunciamento divulgado nesta quinta-feira (22), que as atuais medidas de funcionamento das atividades econômicas em Pernambuco seguem até o dia 9 de maio, com alguns ajustes que passarão a valer a partir da próxima segunda-feira (26).

A tendência de manter a maior parte do decreto foi revelada pelo Blog ainda na segunda-feira.

“Vamos autorizar o comércio de praia, de segunda à sexta-feira, das 9h às 16h, mantendo a proibição nos finais de semana. O funcionamento das atividades de maneira geral será estendido, nos finais de semana, até às 18h, para quem iniciar às 10h. Os estabelecimentos que abrirem às 9h só poderão funcionar até às 17h”, afirmou Paulo Câmara.

LEIA TAMBÉM:
> Vacinação contra a covid-19 em pessoas com comorbidades deve ser feita em ordem decrescente de idade, orienta Ministério da Saúde
> Polícia faz buscas e mira empresa do Recife suspeita de praticar golpes em oferta de vacinas a 20 prefeituras do Brasil

Assista ao pronunciamento do governador

Ainda de acordo com o governador, o Comitê de Enfrentamento à Covid-19 vai avaliar a necessidade de novos ajustes para o período a partir de 10 de maio, conforme os indicadores da doença no estado.

“Seguimos contando com a compreensão de toda a população pernambucana. É nosso dever manter as atitudes preventivas. Evite aglomerações, higienize as mãos e sempre use máscara”, disse o governador, em apelo à população.

“Os números das últimas três semanas indicam uma estabilização de casos, internações e óbitos devido ao novo coronavírus em Pernambuco, mas com percentuais ainda em um patamar alto”, afirmou o Governo do Estado.

Indicadores

A Secretaria de Saúde de Pernambuco registrou, nesta quinta-feira (22), 1.202 novos casos e mais 45 mortes por covid-19. O estado totaliza 389.709 casos confirmados e 13.425 mortes pela covid-19.

Nesta quarta (21), a taxa de ocupação de leitos de terapia intensiva (UTI) para covid-19 estava em 97% na saúde pública do estado. Na rede privada, o índice estava em 85% nesta quarta.

Ou seja, são 2.123 pessoas internadas em UTIs para covid-19 em Pernambuco, sendo 1.610 na rede pública e 513 na rede privada.

LEIA TAMBÉM:
> João Campos nomeia ex-vereador do Recife pelo PSB para cargo comissionado na Prefeitura
> PT estadual formaliza diretriz que fala em aliança com Frente Popular, do PSB

Atuais medidas

Desde o dia 1º de abril, Pernambuco entrou em um período de retomada das atividades, após quarentena que teve início no dia 18 de março e seguiu até o dia 31 do mês passado.

No atual plano de funcionamento das atividades econômicas, que vale até 25 de abril e agora foi prorrogado com ajustes:

Atividades econômicas funcionam das 10h às 20h nos dias de semana, e das 9h às 17h ou das 10h às 18h nos sábados, domingos e feriados;

Aulas na rede privada desde 5 de abril e na rede estadual a partir de 19 de abril, das 6h às 22h, com capacidade de 50%, com cronograma gradual de retomada;

Celebrações religiosas autorizadas das 5h às 20h durante a semana e das 5h às 17h nos fins de semana e feriados;

Academias e similares podem abrir das 5h às 20h durante a semana e das 5h às 17h nos fins de semana e feriados;

Serviços de alimentação, como lanchonetes, cafeterias, bares e restaurantes autorizados das 5h às 20h durante a semana e 9h às 17h nos fins de semana e feriados, com capacidade de 50%. Delivery, drive thru e pontos de coleta permitidos após as 20h durante a semana e 17h nos finais de semana;

Comércio varejista no centro e bairros podem abrir das 10h às 20h durante a semana e 9h às 17h nos finais de semana. Os estabelecimentos devem cumprir a determinação de um cliente a cada cinco metros quadrados no interior das lojas;

Escritórios comerciais e prestação de serviços podem funcionar das 10h às 20h durante a semana e das 9h às 17h nos fins de semana e feriados, com capacidade máxima de 50% e distanciamento de 1,5 metro entre as estações de trabalho;

Shoppings centers e galerias comerciais seguem o horário da semana e finais de semana já determinados para o período e devem respeitar a capacidade de um cliente a cada dez metros em circulação, e um cliente a cada cinco metros quadrados no interior das lojas.


FECHAR