publicidade
24/02/21
Atualmente, Kevyn era único lateral-esquerdo do elenco alvirrubro.  Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Atualmente, Kevyn era único lateral-esquerdo do elenco alvirrubro. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Em Maceió, Kevyn aguarda desfecho de ação contra o Náutico para fechar com CSA

24 / fev
Publicado por Davi Saboya em Náutico às 23:12

Por Antônio Gabriel, da Rádio Jornal

O lateral-esquerdo Kevyn já está em Maceió aguardando o desfecho da ação judicial contra o Náutico para assinar contrato com a equipe do CSA. O atleta acionou o Timbu na justiça alegando atrasos nos pagamentos de novembro, dezembro e janeiro, além do 13º de 2020 e recolhimento do FGTS dos últimos seis meses. O clube, em contrapartida, reconheceu apenas o débito de 5\12 do 13º salário e confirmou a quitação do FGTS do jogador.

Através da ação, Kevyn conseguiu uma liminar na justiça que quebrava o contrato dele de forma unilateral com o Náutico. A motivação da ação também partiu de uma insatisfação do staff do atleta com o salário que ele recebia no clube alvirrubro, cerca de R$ 5 mil após um reajuste durante a Série B. De acordo com o processo, a partir desse aumento, os salários começaram a atrasar.

Em paralelo, o bom desempenho de Kevyn durante a Série B, principalmente após a chegada de Hélio dos Anjos, chamou a atenção do mercado. O CSA foi uma das equipes que sondou a situação do atleta e chegou a oferecer um salário quatro vezes maior, próximo da casa dos R$ 20 mil mensais. Com a liminar em vigor, a reportagem da Rádio Jornal apurou que o jogador já está em Maceió trabalhando normalmente com o elenco do azulão do Mutange.

LEIA MAIS

> Volante de origem, Marciel se coloca à disposição para atuar na lateral esquerda do Náutico

> “Espero conquistar meu primeiro título com o Náutico e o acesso para Série A”, diz Erick sobre temporada

> Presidente do Náutico sobre Kevyn: “Reabrimos as portas para um atleta, que as fechou da pior forma”

NÃO ASSINOU CONTRATO COM CSA

Apesar de já ter sido integrado ao plantel, Kevyn ainda não assinou contrato com o CSA. Como o Náutico entrou com um recurso para derrubar a liminar, o atleta aguarda definição da justiça, que deve acontecer ainda nesta quarta-feira (24), para selar o futuro, ou não, com o clube alagoano.

“Nós protocolamos uma petição trazendo a verdade dos fatos, mostrando que o clube deve apenas 5\12 do 13º salário de 2020 e o processo está concluso e com a juíza. Possivelmente até o final do dia teremos uma decisão. Se for favorável ao Náutico, o atleta tem que retornar e se apresentar ao clube. Se a decisão for desfavorável, vamos impetrar um mandado de segurança com o tribunal aqui da 6ª região”, disse Bruno Becker, vice jurídico do Náutico, em entrevista ao repórter Pedro Alves, da Rádio Jornal.

Em contato com a reportagem, o diretor executivo do CSA, Rodrigo Pastana, confirmou que aguarda a resposta judicial para fechar oficial o contrato com Kevyn. “Estamos aguardando parecer Jurídico para aí sim tentar a contratação do atleta”, completou.


FECHAR