publicidade
22/12/20
Foto: Marlon Costa
Foto: Marlon Costa

Náutico goleia Fortaleza e conquista título inédito da Copa do Nordeste Sub-20

22 / dez
Publicado por Klisman Gama em Náutico às 20:58

Uma campanha praticamente irretocável. Com seis vitórias e um empate, o Náutico chegou ao título da Copa do Nordeste Sub-20 ao bater o Fortaleza com facilidade na final, por 5×1. Pela primeira vez o Alvirrubro se sagrou campeão do maior campeonato da região. Com uma atuação dominante, ainda mais se aproveitando da expulsão de um adversário no começo do jogo, o Timbu soube se impor e levantou o troféu na Arena de Pernambuco.

> O efeito Hélio dos Anjos no Náutico

O jogo

O Náutico começou muito bem a partida, aproveitando a bola parada. Logo aos dois minutos, em cobrança de escanteio feita por Wanderson, Vellaske se antecipou na primeira trave e desviou de cabeça para o gol. O duelo já começou truncado, e o tento sofrido abalou o Fortaleza, que teve Geilson expulso aos 12 por pisar em Miro, que estava no chão. O Tricolor do Pici teve uma grande chance para empatar aos 16. Vitor Ricardo apareceu livre de marcação nas costas da defesa após cruzamento, na pequena área, e cabeceou para fora.

Melhor em campo, o Náutico soube aproveitar as brechas deixadas pelo adversário ter um a menos. Aos 35 minutos, Vellaske recebeu livre de marcação pela esquerda e cruzou para o meio da área. Wanderson chegou dividindo com o zagueiro Marcos, a bola bateu por último no defensor do Fortaleza e entrou. Tranquilos e dominantes, os garotos do Timbu souberam controlar o ritmo e se mantiveram sem sustos até o fim do primeiro tempo.

Segundo tempo

A etapa final da partida contou com um Náutico bastante elétrico, apertando o combalido Fortaleza. No primeiro minuto, Wanderson recebeu nas costas da zaga, saiu de cara com Hugo e o goleiro fez uma grande defesa no chute rasteiro. Com uma marcação alta, o Alvirrubro mantinha a pressão alta na saída de bola e isso fez efeito em duas chances desperdiçadas por Juninho Carpina, aos 16. O camisa 10 pegou contra-ataque e bateu para fora. Ao sair jogando na continuidade do lance, o Fortaleza perdeu a bola e o próprio Carpina tentou de novo, mas errou o alvo novamente.

Superior na partida, o Timbu não demorou para ampliar o placar. Aos 23 minutos, Luis Felipe tabelou com Juninho Carpina, recebeu dentro da área e bateu cruzado para marcar. Aos 31, o goleiro Gabriel, do Náutico, que era mero espectador no segundo tempo, teve trabalho. Crippa bateu forte, da intermediária, e o arqueiro espalmou para escanteio. Só que aos 33, virou goleada. Depois de chute de fora da área, o Fortaleza parou pedindo impedimento, mas Wallison recebeu livre na pequena área e bateu com o gol aberto.

O Fortaleza ainda diminuiu com Wilson, aos 43 minutos, completando de cabeça uma cobrança de falta de Raul. No minuto seguinte, Wallison, novamente, ampliou para o Náutico. O atacante aproveitou o vacilo da zaga, ganhou na trombada e bateu na saída do goleiro. A bola morreu mansamente nas redes para sacramentar o título alvirrubro.

Ficha do jogo

Náutico

Gabriel; Thassio, Denis, Itambé e Vellaske; Miro, Luis Felipe e Juninho Carpina (Luciano); Júlio, Edgo (Walisson) e Wanderson (Leonardo). Técnico: Levi Gomes.

Fortaleza

Hugo; Victor Emerson (Sousa), Diguinho, Marcos (Breno) e Miguel (Bettim); Crippa, Geilson e Sammuel (Marquinhos); Raul, Vitor Ricardo e Wilson. Técnico: Marconne Montenegro.

Local: Arena de Pernambuco. Gols: Vellaske, aos 2’ do 2ºT, Marcos (contra), aos 35’ do 1ºT, Luís Felipe, aos 23º do 2ºT e Wallison, aos 33’ do 2ºT e aos 44’ do 2ºT (NAU); Wilson, aos 43’ do 2ºT (FOR). Cartões amarelos: Júlio e Wallisson (NAU); Marcos (FOR). Cartão vermelho: Geilson (FOR). Árbitro: Rodrigo José Pereira de Lima (PE). Assistentes: Bruno Cesar Chaves e Karla Renata Cavalcanti (ambos PE).


FECHAR