publicidade
27/02/20
Afogados venceu partida histórica diante do Galo. Foto: Reprodução/Instagram
Afogados venceu partida histórica diante do Galo. Foto: Reprodução/Instagram

De Wallef a Candinho: grandes personagens da classificação histórica do Afogados

27 / fev
Publicado por Lucas Holanda em Afogados da Ingazeira às 10:35

A classificação do Afogados diante do Atlético-MG não foi um feito histórico apenas para Pernambuco, mas também nacionalmente. Se avançar já seria heroico, com o roteiro que o Vianão acompanhou isso multiplica ainda mais. E é claro que todos os jogadores merecem a exaltação, mas alguns deles foram responsáveis diretamente pelo triunfo. O meia Candinho e atacante Philip, autores dos gols; o goleiro Wallef, fundamental com boas defesas; e o zagueiro Hevérton Luiz, que converteu o pênalti decisivo e que classificou o clube pernambucano.

Com a classificação, o Afogados embolsou R$ 1,5 milhão e agora espera o duelo de Ponte Preta x Vila Nova, que acontece nesta quinta-feira, para saber quem enfrenta na terceira fase da Copa do Brasil.

LEIA MAIS

Sem descanso, Afogados mira duelo com o Sport pelo Pernambucano

Veja quanto o Afogados já embolsou com classificações na Copa do Brasil

Carnaval continua: trio elétrico faz a festa após classificação do Afogados

WALLEF

Além de fazer boas defesas durante o jogo, Wallef foi fundamental para a classificação também nos pênaltis. Isso porque o goleiro defendeu duas cobranças: a de Allan e a de Nathan. Até o momento, o camisa 1 vem fazendo uma excelente temporada, e é sem dúvidas um dos grandes destaques do Afogados até aqui – talvez o mais regular.

HEVÉRTON LUIZ

Com o pênalti desperdiçado de Gabriel, coube a outro zagueiro decidir o futuro do Afogados na Copa do Brasil. E ele não desperdiçou. Hevérton Luiz foi para a bola, bateu no canto direito de Michael, que até chegou a tocar na bola, e depois saiu para comemorar o maior triunfo da história da Coruja do Sertão.

CANDINHO

Este talvez seja a principal referência técnica do time. Isso porque Candinho já vem se destacando no Campeonato Pernambucano – com gols e assistências. E ele não decepcionou. Com um golaço de fora da área, abriu o placar para a classificação histórica do Afogados. O camisa 8 não ficou para os pênaltis, já que foi substituído antes das penalidades. No entanto, foi peça fundamental para o triunfo da Coruja do Sertão.

PHILIP

Quando o zagueiro Márcio foi expulso aos 21 minutos da etapa final, a maioria pensou que era questão de tempo até o Afogados tomar o gol. No entanto, aconteceu exatamente o contrário. Isso porque aos 27, o atacante Philip fez boa jogada individual pelo lado direito de ataque, entrou na área e deixou a Coruja do Sertão em vantagem – que durou apenas seis minutos, é verdade. E além de fazer o segundo gol do Afogados, Philip também converteu uma cobrança na decisão de pênaltis.

 


FECHAR