publicidade
21/02/20
Bambam marcou o gol do Central. Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Bambam marcou o gol do Central. Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Invencibilidade de Gilmar Dal Pozzo nos Aflitos cai e Náutico perde para o Central

21 / fev
Publicado por Fernando Castro em Náutico às 21:17

Depois de 17 jogos dentro de casa, a invencibilidade do técnico Gilmar Dal Pozzo no estádio dos Aflitos acabou e com direito a expulsão. Com um futebol pobre, sem inspiração na noite de abertura oficial do Carnaval do Recife, o Náutico perdeu por 1×0 para o Central, pelo Campeonato Pernambucano. O gol da Patativa foi marcado pelo atacante Bambam, durante o primeiro tempo. Com o resultado, o Timbu continua na vice-liderança, enquanto o Central ultrapassa o Sport e assume a quinta posição.

Depois do jogo contra o Central, o elenco do Náutico ganha dois dias de folga e só volta a trabalhar na segunda-feira (24), quando iniciar a preparação para o jogo contra o ABC, que acontece na próxima quinta-feira (27), às 20h, nos Aflitos, pela quinta rodada da Copa do Nordeste. Pelo Campeonato Pernambucano, o Timbu só volta a campo no dia 1 de março, quando enfrenta o Santa Cruz no Arruda.

> Confira o lance a lance do jogo entre Náutico e Central

LEIA MAIS

>Timbu Coroado agita o bairro dos Aflitos no domingo de carnaval

>CRB x Náutico, pela Copa do Nordeste, tem data alterada pela CBF

>Vice-presidente do Náutico revela que não há risco de desabamento nos Aflitos

O JOGO

Mesmo com toda a cidade já em clima de carnaval, o jogo começou sem o ritmo da folia. Apático e lento, o Náutico não oferecia perigo para o Central, que assustava a meta do goleiro Marcão com bolas alçadas na área. E foi assim que a Patativa chegou ao gol. Aos 13 minutos, o meia Bruninho cruzou na área, a bola desviou no zagueiro Fernando Lombardi e sobrou na pequena área para o atacante Bambam, que só teve o trabalho de empurrar a bola para dentro do gol, abrindo o placar nos Aflitos.

Depois do gol, o jogo voltou à morosidade inicial, sem muita intensidade por parte das duas equipes. Na frente do placar, o Central passou a administrar o resultado. Enquanto o Náutico, mesmo perdendo, tinha dificuldades para criar jogadas ofensivas e chegava pouco ao gol adversário. O futebol do primeiro tempo foi tão pobre que os poucos torcedores presentes no estádio vaiaram muito após o apito final do árbitro.

Antes dos 20 minutos da segunda etapa, o técnico Gilmar Dal Pozzo resolveu acionar o volante Jhonnatan e o atacante Guillermo Paiva, que jogaram contra o Botafogo, pela Copa do Brasil. E em pouco tempo, o Timbu acertou a trave em duas oportunidades. Após boa jogada trabalhada pelo lado direito, a bola sobrou na área para Jefferson Nem, que chutou no travessão. Cinco minutos depois, foi a vez do paraguaio receber na área, driblar bonito e acertar a trave do goleiro Léo.

Melhor com a entrada de Paiva, o Náutico se lançou mais ao ataque, aproveitando a mobilidade do paraguaio. Com o bom momento alvirrubro no jogo, os jogadores do Central começaram a valorizar e cair no gramado pedindo atendimento. Em um desses lances, aos 35 minutos, o técnico Gilmar Dal Pozzo se revoltou contra a arbitragem e acabou sendo expulso da partida.

FICHA DO JOGO

Náutico: Marcão; Bahia, Rafael Ribeiro, Fernando Lombardi e Erick Daltro; Josa, Djavan (Jhonnatan) e Jorge Henrique (Guillermo Paiva), Júlio (Wanderson), Jefferson Nem e Salatiel. Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

Central: Léo; Polegar, Allan Miguel, Janelson (Rangerson) e Wendel Nery; Esdras, Janderson Maia (Herbert), Bruninho (Caique) e Danilinho; Leandro Costa e Bambam. Técnico: Silvio Criciúma.

Local: estádio dos Aflitos (PE). Árbitro: Diego Fernando. Assistentes: Clóvis Amaral e John Andson. Gol: Bambam aos 13′ do 1ºT. Cartões amarelos: Djavan, Salatiel (Náutico); Polegar, Esdras, Rangerson (Central). Público: 1.160 torcedores. Renda: R$ 5. 728,00.


FECHAR