publicidade
21/02/20
Djavan foi apresentado oficialmente no Náutico. Foto: Caio Falcão/CNC
Djavan foi apresentado oficialmente no Náutico. Foto: Caio Falcão/CNC

Apresentado, Djavan deve estrear como titular do Náutico contra o Central

21 / fev
Publicado por Fernando Castro em Náutico às 8:47

Mais uma vez o técnico Gilmar Dal Pozzo vai ser obrigado a promover mudanças na escalação do Náutico. Com um time alternativo, jogadores que atuaram pouco na temporada vão ter mais uma oportunidade para mostrar serviço. O volante Djavan, último reforço anunciado pelo clube, é um desses atletas e provavelmente deve estrear como titular contra o Central, nesta sexta-feira (21), nos Aflitos. Apresentado oficialmente, o jogador se mostrou preparado para atuar e espera aproveitar a chance.

“Estou bem fisicamente, na expectativa para jogar, procuro estar trabalhando sempre em alta intensidade, creio que a oportunidade vai aparecer e quando surgir essa chance eu quero estar bem e aproveitar ela da melhor maneira possível. A gente vê a equipe entrosada e quem entrar vai ter que manter o alto nível, então a responsabilidade é maior, vou procurar entrar e fazer meu máximo”, comentou Djavan.

LEIA MAIS

>Depois de ser eliminado na Copa do Brasil, Náutico enfrenta o Central com time alternativo

>Apesar da eliminação, Gilmar Dal Pozzo comemora desempenho do Náutico

>“Dói porque fomos superiores”, diz zagueiro do Náutico após eliminação

Contratado para preencher a lacuna de um segundo volante no elenco, já que Jhonnatan perdeu os primeiros jogos da temporada por conta de lesão, Djavan revelou que é primeiro volante de origem, mas também já jogou mais avançado. “Eu sou um primeiro volante de origem, mas já joguei como segundo volante, de meia e nas laterais. Sou um cara que trabalha muito, vim de baixo, procuro fazer minhas coisas sempre da maneira correta para Deus estar me abençoando”, revelou o volante.

ELIMINAÇÃO

De acordo com Djavan, o jogo diante do Central vai ser uma oportunidade para o Náutico virar a página depois da eliminação na Copa do Brasil. “A eliminação foi ruim, a gente gostaria de ter classificado, mas fizemos um grande jogo, foi decidido em detalhes, mas agora é virar a chave, pensar no estadual. Ceio que todos os atletas e a comissão tem que pensar na frente para já reverter esse clima que fica de uma derrota”, destacou Djavan


FECHAR