publicidade
04/01/20
Zagueiro estava emprestado ao Oriente Petrolero. Foto: Léo Lemos/Náutico
Zagueiro estava emprestado ao Oriente Petrolero. Foto: Léo Lemos/Náutico

Mesmo com contrato até o fim do ano, Suéliton não deve permanecer no Náutico

04 / jan
Publicado por Fernando Castro em Náutico às 8:28

Emprestado ao Oriente Petrolero até o meio do ano, o zagueiro Suéliton teve o contrato de empréstimo rescindido com o clube boliviano. Apesar de ter vínculo com o Náutico até 30 de novembro deste ano, o defensor dificilmente vai retornar ao Timbu nesta temporada. O zagueiro comunicou a diretoria alvirrubra que tem outras propostas e deverá ser emprestado novamente até o final de 2020, dessa vez para um clube brasileiro.

“Eu não acompanhei nenhuma notícia do Oriente Petrolero, mas realmente o atleta já vinha conversando comigo há cerca de duas semana. O clube boliviano tinha procurado ele para rescindir o contrato devido ao alto salário e que ele já tinha uma proposta de um outro clube, então a gente ficou de analisar se ele retornaria ao Náutico ou iria para um outro clube. Mas uma coisa é certa é que hoje ele não vai continuar na Bolívia”, explicou o executivo de futebol Ítalo Rodrigues.

Antes de ser emprestado ao Oriente Petrolero, Suéliton renovou o contrato com o Náutico até o final desta temporada. A diretoria alvirrubra entendia que poderia ter algum lucro caso o jogador se destacasse pelo time boliviano, o que não aconteceu. “Ele tem contrato até o dia 30 de novembro de 2020, então o caminho natural é provável de Suéliton é que realmente ele jogue por outro clube brasileiro em 2020 e não pelo Náutico”, completou Ítalo Rodrigues.

LEIA MAIS

>Odilávio não se reapresenta ao Náutico e clube leva o caso para o jurídico

>Diretoria do Náutico enxerga dificuldade na negociação por Kieza

>Erick e Halls treinam com bola no Náutico

NO NÁUTICO

Contratado pelo Náutico para a disputa da Série C de 2018, Suéliton teve boas atuações na competição, mas caiu de rendimento na temporada passada. Com atuações inconstantes, o jogador deixou o clube em julho do ano passado, quando foi emprestado ao Oriente Petrolero. Somando os últimos dois anos, o defensor disputou 35 partidas com a camisa alvirrubra e marcou um gol.


FECHAR