publicidade
13/12/19
Flamengo1
Flamengo1

Flamengo ignora Sport e comemora aniversário de 32 anos do título de 1987

13 / dez
Publicado por Luana Ponsoni em Notícias às 15:12

O Flamengo segue ignorando a decisão do Supremo Tribunal Federal, que, no ano passado, considerou o Sport o único campeão brasileiro de 1987. Nesta sexta-feira (13), o atual campeão nacional e da Taça Libertadores da América usou a rede social Twitter para comemorar o aniversário de 32 anos do título que julga ser seu. Usando uma imagem do então capitão Zico erguendo o troféu, o Urubu destacou o que seria a quarta taça nacional da equipe.

LEIA MAIS

Flamengo comemora título brasileiro com hashtag com de sete conquistas

Flamengo faz medalha comemorativa citando título disputado com o Sport

CBF volta atrás e afirma que Sport e Flamengo dividem título de 1987

Presidente do Sport rebate Flamengo que se autointitulou heptacampeão brasileiro

Após ser campeão, Flamengo reacende discussão sobre título de 1987 com o Sport

REFORÇO

Também nesta sexta-feira (13), o rubro-negro carioca voltou a reforçar a convicção pela posse do título do brasileiro de 1987 ao publicar as fotos de alguns jogadores do elenco deste ano com a faixa de heptacampeão brasileiro. Na que é usada por Rafinha, inclusive, é possível visualizar o ano de 87 entre as edições da competição destacadas como conquistas do clube carioca.

Assim que o Flamengo teve o título brasileiro deste ano decretado, com a derrota do Palmeiras para o Grêmio, no dia 24 de novembro, pela 34ª rodada, o presidente do Sport, Milton Bivar, posicionou-se sobre o clube carioca estar se autointitulando heptacampeão nacional. O mandatário minimizou a atitude, insinuando que era coisa de “dirigente” e de “torcedor”, e que a Justiça já tinha apontado o Sport como único campeão brasileiro de 1987.

 

 

HISTÓRIA

Sport e Flamengo disputam na Justiça o título de 87 desde o fim do polêmico Brasileiro daquele ano. Em crise, a Confederação Brasileira de Futebol só assumiu a organização do campeonato às vésperas do começo, criando os módulos Verde e Amarelo. Os campeões dos módulos (1º e 2º) iriam se cruzar em quadrangular para definir o campeão. Flamengo e Inter, que ganharam o módulo Verde, não quiseram disputar a fase final e perderam por W.O.

Assim, o Sport e Guarani, vencedores do Amarelo, fizeram as finais com o Leão levando a melhor. Sport e Guarani jogaram a Libertadores no ano seguinte. O resultado do gramado, contudo, virou alvo de briga da Justiça já em 1988. O Sport teve decisão favorável em 1994, que foi ameaçada em 2011, quando a CBF decidiu dividir o título. Os pernambucanos recorreram e voltaram a ser os únicos campeões. A Justiça negou vários recursos do Flamengo, inclusive para dividir o título entre as duas equipes, até que, a decisão final pelo time pernambucano foi transitada em julgado em março do ano passado na mais alta corte do País.


FECHAR