publicidade
11/07/19
Foto: AFP
Foto: AFP

Árbitros poderão encerrar partidas em caso de racismo

11 / jul
Publicado por Karoline Albuquerque em Futebol Internacional às 21:21

O novo Código Disciplinar da Fifa dá aos árbitros mais poderes para combater o racismo no futebol. Anunciado nesta quinta-feira (11), o código ressalta a tolerância zero para qualquer forma de discriminação. Assim, árbitros vão poder encerrar os jogos caso incidentes relacionados ao preconceito aconteçam. O código entra em vigor na próxima segunda-feira (15).

Antes de acabar os jogos, porém, os juízes têm três medidas a serem tomadas antes. Primeiro, deve pedir um anúncio para que as atitudes racistas cessem. Se isso não resolver, o jogo deve ser paralisado até que os atos parem. Se persistir, o fim do jogo é a opção.

LEIA MAIS:

Tunísia vence e Madagascar se despede da Copa Africana de Nações

Argélia elimina Costa do Marfim nos pênaltis e vai às semifinais da CAN-2019

Concacaf mantém hexagonal nas eliminatórias para a Copa do Catar-2022

A entidade lista os atos de descriminação relacionados a “raça, cor da pele, etnia, nacionalidade ou origem social, gênero, deficiência, orientação sexual, idioma, religião, opinião política, classe, nascimento ou qualquer outra condição ou razão”. No comunicado, a Fifa promete também auxiliar as vítimas de preconceito. O Comitê Disciplinar vai permitir que as vítimas se posicionem, podendo depois participar dos processos.


FECHAR