publicidade
04/10/18
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Abatida, torcida do Sport não abraçou treino aberto

04 / out
Publicado por Karoline Albuquerque em Notícias às 21:30

Pouco mais de 300 pessoas estiveram presentes na Ilha do Retiro na noite desta quinta-feira (4), para o treino aberto aos sócios, visando o duelo contra o Internacional, esta sexta, às 19h, pelo Campeonato Brasileiro. Se o objetivo da diretoria e da comissão técnica do Leão era ter o calor da torcida, a missão não foi cumprida.

LEIA TAMBÉM:

Sport: treino aberto apenas para sócios foi determinação de Arnaldo Barros, afirma dirigente

[Opinião] Segregação é tudo que o Sport não precisa neste momento

Ingressos promocionais à venda para Sport x Internacional

Ao invés de gritos de incentivo, o que se ouviram foram modestas manifestações de protesto contra alguns jogadores. Marlone e Matheus Gonçalves foram os atletas que a torcida mais pegou no pé. O meia teve que ouvir poucas e boas dos rubro-negros durante as movimentações de bola parada. De quatro tentativas, o camisa 10 só acertou um cruzamento.

Quanto ao atacante, as críticas foram mais agudas por conta da falta de pontaria nas jogadas ensaiadas. Frente à frente com Magrão, o atleta que veio do futebol mexicano chutou duas bolas para fora e só marcou um gol. Quando balançou as redes, a torcida aplaudiu de maneira irônica.

“Vim para esse treinamento para ver se o time tinha alguma evolução, mas está a mesma coisa. Não mudou nada. Se a gente não se cuidar, vamos perder para o Inter, mas eu ainda acredito que dá pra vencer”, disse o sócio Bruno, que acompanhou o treino na Ilha.

 

A projeção não foi tão positiva para outro rubro-negro, Paulo. O segurança afirmou já ter desistido da a permanência na Série A e já projeta a próxima temporada.

“Já joguei a toalha faz tempo. Agora é ir pra segunda divisão e montar um time pra subir novamente. Virei para o jogo, porque sou torcedor fiel, mas não acredito mais”, afirmou o torcedor.

Alvo de muitas críticas, o presidente Arnaldo Barros também esteve presente no treino aberto, junto com os dois novos diretores de futebol do clube, Aluísio Maluf e Laércio Guerra, além do vice-presidente Gustavo Dubeux. O grupo, no entanto, não foi hostilizado.

Em relação ao treino, o técnico Milton Mendes ainda não confirmou a equipe titular. Max foi o escolhido para fazer dupla de zaga com Ronaldo Alves, mas Adryelson finalizou a movimentação entre os 11. Outra novidade foi o retorno de Raul Prata, que assumiu o lugar de Ernando na lateral-direita. Pelo segundo dia seguido, Sander saiu no meio da movimentação com dores no tornozelo e é dúvida. O prata da casa Evandro foi acionado.

Com isso, o Leão pode ir à campo com: Magrão; Raul Prata, Ronaldo Alves, Max (Adryelson) e Sander (Evandro); Jair, Marcão e Marlone; Matheus Gonçalves, Gabriel e Michel Bastos.


FECHAR