publicidade
17/02/18
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Santa Cruz e Náutico fazem primeiro clássico do ano sem emoções

17 / fev
Publicado por Karoline Albuquerque em Instant Articles às 20:25

O primeiro Clássico das Emoções do ano teve pouco do que dá seu nome. No estádio do Arruda, Santa Cruz e Náutico ficaram em um chocho 0x0, como o clima chuvoso na cidade do Recife, na partida da 7ª rodada do Campeonato Pernambucano, na noite deste sábado (17). As equipes até esboçaram tentativas de ataque no primeiro tempo, mas o ritmo foi por terra na etapa complementar e o placar saiu zerado.

O resultado manteve o Alvirrubro da Avenida Conselheiro Rosa e Silva na liderança do Campeonato Pernambucano, com 12 pontos somados. O vice-líder Vitória tem 10 pontos e folga nesta rodada. O Central, com os mesmos pontos, entram em campo no domingo (18). A equipe do Arruda é, momentaneamente, o 5º colocado, com 7 pontos.

O Náutico volta a campo na terça-feira (20), às 20h na Arena de Pernambuco, recebendo o Afogados, enquanto o Santa Cruz vai até o sertão enfrentar o Flamengo de Arcoverde, no estádio Áureo Bradley, às 20h de quinta-feira (1º). Antes, o Tricolor enfrenta o CRB, pela 3ª rodada da fase de grupos da Copa do Nordeste 2018, na terça-feira às 21h45, no Arruda.

LEIA MAIS:

Santa Cruz vai formalizar repúdio a erro de arbitragem na FPF

Confira o Clássico das Emoções nas lentes da JC Imagem

ALVIRRUBRO

O Náutico mostrou mais ímpeto no primeiro tempo do Clássico das Emoções. Chegou mais à meta do Santa Cruz, mas também viu seu ataque em posição irregular mais vezes. Aos oito minutos, Wallace Pernambucano balançou as redes, mas a arbitragem já marcava impedimento. Ele recebeu de Thiago Ennes fora da área um pouco à frente do último marcador tricolor, invadiu a área e mandou para o gol.

Entre as chances, a melhor surgiu aos 14 minutos. O goleiro coral Tiago Machowski defendeu um chute de fora da área do meia Júnior Timbó. A sobra ficou com Medina, que finalizou para fora, mesmo com a opção de tocar no meio.

tiago machowski, medina, RB, náutico, santa cruz, clássico das emoções
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

TRICOLOR

Se Bruno se redimiu na partida da segunda fase da Copa do Brasil, por pouco ele não se complica no clássico. Aos 39 minutos, Ávila cobrou escanteio e o goleiro falhou na saída, mas o volante Josa chegou antes de Vinícius para salvar a defesa timbu. O Náutico seguiu incomodando a defesa Tricolor. Mas o Santa Cruz, porém, precisou de pouco para assustar. No último minuto do primeiro tempo, a Cobra Coral até balançou as redes. Em uma bola levantada na área adversária, Augusto mandou para o gol. O auxiliar Cleberson Nascimento, porém, marcava impedimento. Mas quem estava em posição ilegal era o atacante Vinícius, que não participou da jogada.

PAREDÃO

O primeiro lance de perigo do segundo tempo foi protagonizado pelo Náutico. Aos nove minutos, Ilaílson, que acabara de entrar em campo, saiu errado e o adversário aproveitou para seguir em rápido ataque. Fernandinho, livre de marcação na área, chutou para o gol e o goleiro tricolor Tiago Machowski fez boa defesa. Negretti teve uma chance minutos depois, após cobrança de falta de Wallace e Augusto colaborou com a defesa, afastando.

APATIA

Por volta dos 25 minutos, o clássico caiu de ritmo e esfriou. Os times não arriscavam com a clareza anterior e sobreviviam de bola parada. Em uma boa cobrança de falta para o Tricolor, já aos 31 minutos, Ávila levantou a bola na segunda trave alvirrubra sem que Genílson chegasse e mandou direto pela linha de fundo. Em outra fraca tentativa, aos 40 minutos, Arthur Rezende cabeceou para o gol e Bruno segurou tranquilamente a bola. Assim, o placar do jogo no Arruda não foi alterado.

FICHA DA PARTIDA – SANTA CRUZ 0 x 0 NÁUTICO

Santa Cruz: Tiago Machowski; Ítalo (Ilaílson), Augusto Silva, Genílson e Henrique Ávila; Jorginho, Luiz Otávio e Arthur Rezende (Héricles); Augusto, Vinícius (Fabinho Alves) e Robinho. Técnico: Júnior Rocha

Náutico: Bruno; Thiago Ennes, Breno Calixto, Camutanga e Kevyn; Negretti, Josa e Júnior Timbó (Tharcysio); Medina (Rafael Assis), Wallace Pernambucano e Fernandinho (Robinho). Técnico: Roberto Fernandes

Campeonato Pernambucano (7ª rodada). Local: estádio do Arruda, no Recife (PE). Árbitro: Luiz Cláudio Sobral Assistentes: Cleberson Nascimento Leite e Francisco Chaves Bezerra Junior Cartões amarelos: Augusto (S) e Negretti (N) Público: 6.015 Renda: R$ 63.360

 


FECHAR