publicidade
06/02/18
Foto: Bobby Fabisak/ JC Imagem.
Foto: Bobby Fabisak/ JC Imagem.

Contra-ataque funciona e Santa Cruz vence a primeira em 2018

06 / fev
Publicado por Wladmir Paulino em Notícias às 23:38

A mudança de jogo do Santa Cruz surtiu efeito. Com um contra-ataque bem montado, o Tricolor venceu pela primeira vez em 2018 e em grande estilo: fez 3×0 no Treze, na noite desta terça-feira (6), no Arruda, pela segunda rodada da Copa do Nordeste. E tinha vaga para mais. O resultado colocou os corais na vice-liderança do grupo A da competição com quatro pontos. O CRB é o líder com seis.

Leia mais:

Santa Cruz: Técnico admite que mudança na forma de jogar foi benéfica

Santa Cruz: Vítor e Jorginho desabafam após vitória

A vitória do Santa Cruz nas lentes da JC Imagem

[Vídeo] Confira os gols da vitória do Santa Cruz

MUDANDO
O técnico Júnior Rocha havia dito que o modelo de jogo teria que mudar. E os primeiros resultados de um novo formato renderam os dois gols do primeiro tempo, coisa que o Santa não havia feito na temporada. No primeiro, o time ganhou uma bola na intermediária e Vítor arrancou para tabelar com Vinícius. Na dividida com Saulo, tocou rasteiro, por baixo do goleiro.

No segundo, a mesma coisa. No rebote do contra-ataque, Luiz Otávio lançou Jeremias, que entrou na área e tocou entre as pernas de Saulo. Por mais que todos saibam da preferência do técnico por um jogo mais construído na base da circulação de bola, a opção por um futebol mais reativo do que propositivo encaixou-se melhor na característica do atual elenco.

TIAGO E MARCELINHO
Nessa formatação adotada pelo Santa, os sustos são inevitáveis. E os corais não fugiram a essa regra. Porém, mais uma vez, o goleiro Tiago Machowski mostrou serviço. Do lado oposto estava o veterano Marcelinho Paraíba, que errou quase tudo que tentou. A única bola digna de registro foi uma cobrança de falta espalmada pelo goleiro Tricolor.

MAIS FECHADO E MAIS PERIGOSO
A retranca armada pelo Santa Cruz foi ainda mais eficiente no segundo tempo. O Treze ficava com a bola e o time da casa apavorava. Era apenas uma questão de tempo para sair o terceiro. Tudo no contra-ataque e com o finalizador cara a cara com Saulo. Primeiro foi Robinho a chutar em cima do goleiro. Depois, Jeremias e, na sequência da jogada, Ávila.

TERCEIRO
Até que na terceira, Robinho arrancou pela direita e foi à linha de fundo cruzar para trás. Arthur emendou de primeira, com estilo, no canto direito, aos 28. O gol acabou com qualquer esboço

Ficha do jogo – Santa Cruz x Treze

Santa Cruz
Tiago Machowski; Vítor (Ítalo), Augusto Silva, Genilson e Henrique Ávila; Jorginho (Ilaílson), Luiz Otávio e Arthur Rezende; Robinho, Vinícius e Jeremias. Técnico: Júnior Rocha.

Treze
Saulo; Marcelinho, Leonardo Luiz, Ítalo e Rayro (Caíque); Elielton, Dedé, Jonnathan e Marcelinho Paraíba (Tininho); Fábio Neves e Reinaldo Alagoano. Técnico: Oliveira Canindé.

Local: Arruda. Árbitro: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro. Assistentes: Flávio Gomes Barroca e Vinicius Melo de Lima, todos do Rio Grande do Norte. Gols: Vítor, aos cinco; Jeremias, aos 22 do primeiro tempo. Arthur Rezende, aos 28 do segundo. Cartões amarelos: Jorginho, Tiago Machowski, Arthur Rezende, Marcelinho e Elielton.


FECHAR