INQUÉRITO

Ativista LGBT pede apreensão do passaporte de Neymar à Justiça após comentários homofóbicos

Ativista LGBT pede apreensão do passaporte de Neymar à Justiça após comentários homofóbicos

Neymar e o padrasto, Tiago Ramos (Foto: Reprodução/Instagram)

Publicado em Famosos 11/06/2020 às 8:00

Circulou na web um suposto áudio de Neymar em que ele conversava com os amigos sobre o então ‘padastro’ Tiago Ramos. O modelo namorava com a mãe do craque, Nadine Gonçalves, e o casal teve uma briga feia em São Paulo.

LEIA TAMBÉM: Recifense afirma ter contratado serviços de Tiago Ramos em sauna gay da cidade

Na conversa, Neymar classifica Tiago Ramos como um “viadinho”, se referindo ao passado do loiro. Fora isso, os amigos do jogador também proferiram ameaças ao antigo companheiro de Nadine.

Pois bem, o conteúdo da gravação não agradou muita gente, incluindo o ativista LGBTI+ Agripino Magalhães. O homem pediu na Justiça que o passaporte de Neymar fosse apreendido pela Justiça. A intenção é que o jogador não saia do país para não atrapalhar um possível inquérito.

Ainda na segunda, 8, o advogado do ativista protocolou no Ministério Público de São Paulo. O motivo seria estabelecer um inquérito em relação à fala considerada homofóbica de Neymar.

LEIA TAMBÉM: Nadine Gonçalves, a mãe de Neymar, termina mais uma vez o namoro com Tiago Ramos

“Os meus advogados oficializaram a denúncia crime contra o jogador Neymar Junior”, informou Agripino ao portal Extra. Além do jogador, os ‘parças’ também foram denunciados. “Pelo crime de homofobia, incitação ao ódio e ameaça de morte de um LGBTI+”, publicou o ativista na web.

Até agora, a assessoria de Neymar afirmou que não possui nada a dizer a respeito. O Ministério Público de São Paulo confirmou, ainda na segunda, que recebeu a denúncia.

Compartilhe
Comentários