PANDEMIA

Coronavírus: Além do Coachella, veja outros eventos que foram adiados ou cancelados

Publicado em Eventos Saúde 12/03/2020 às 10:26
Coronavírus: Além do Coachella, veja outros eventos que foram adiados ou cancelados

Algumas celebridades já buscam se prevenir do coronavírus como Naomi Campbel (Foto: Reprodução/Internet)

Considerado uma pandemia mundial, o coronavírus preocupa entidades do mundo todo. No ramo da moda, música e entretenimento, não é diferente. Na última sexta, 6, o South by Southwest anunciou o cancelamento em 34 anos de festival.

LEIA TAMBÉM: Ator Tom Hanks e esposa Rita Wilson são diagnosticados com coronavírus na Austrália

Além disso, o Coachella, festival que reúne milhares na California, Estados Unidos, foi adiado para outubro. Logo, em vez de 10 de abril, o evento acontece a partir do dia 9 de outubro. Na edição deste ano, inclusive, se apresentam as brasileiras Anitta e Pabllo Vittar.

Um evento parecido com o Coachella, o Stagecoach Music Festival, voltado para música country, também foi adiado. Ele aconteceria entre 24 e 26 do próximo mês.

Cannes

Ainda não confirmado, o Festival de Cannes – um dos maiores do cinema – cogita em adiar o evento. O evento está marcado para acontecer entre 12 e 23 de maio, reunindo os maiores nomes do cinema internacional.

LEIA TAMBÉM: Estilista Giorgio Armani doa mais de R$ 6 milhões para combate ao coronavírus

No entanto, o governo francês anunciou, no último domingo, 8, a proibição de eventos com mais de mil pessoas. Essa é uma tentativa de evitar a epidemia que acontece no país vizinho, a Itália.

Porém, o ministro da saúde francês, Olivier Veran, afirmou que o governo formula uma lista de “eventos úteis aos interesses da nação“. Enquanto isso, o MipTV, também realizado em Cannes, foi cancelado.

Música

Para os músicos que realizam turnês aos quatro cantos do mundo, o coronavírus tem tornado um problema logística e economicamente. Madonna decidiu, na última segunda, 9, cancelar a tour Madame X. Ela ainda faria mais dois shows em Paris, mas teve que atender à demanda do governo francês.

A banda Pearl Jam, por sua vez, adiou a primeira parte da turnê nos Estados Unidos. “Não já mensagens claras do governo sobre a segurança das pessoas e nossa capacidade de trabalhar”, informaram.

O roqueiro Neil Young também adiou a turnê ao lado da banda Crazy Horse, mostrando desconfiança sobre a saúde no país americano. “A última coisa que queremos é colocar as pessoas em risco”.

O gigante BTS teve de cancelar, ainda no mês passado, quatro shows em Seul, que seriam feitos em abril. A banda Green Day também cancelaram apresentações na Ásia que aconteceriam em março.

Compartilhe
Comentários