publicidade
12/02/18
Alegoria da Mangueira levou Marcelo Crivella como um
Alegoria da Mangueira levou Marcelo Crivella como um "boneco de Judas" - Foto: reprodução do Twitter

Carnaval 2018: Mangueira faz de Crivella um “boneco de Judas”

Publicado por Romero Rafael em Carnaval 2018 às 11:06

A Sapucaí, da noite de domingo (11) para a madrugada desta segunda (12), ficou aquecida com os protestos políticos das escolas de samba. Além da Paraíso do Tuiuti, que fez crítica evidente a Michel Temer, a Mangueira, que já prometia causar, cumpriu com a expectativa. A escola levou o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, como um “boneco de Judas” – daqueles que são malhados no Sábado de Aleluia – num dos seus carros alegóricos. Junto com ele, a frase “Prefeito, pecado é não brincar o Carnaval”.

O protesto diz respeito ao corte do repasse de verba feito pelo prefeito às escolas de samba. Todo o enredo da Mangueira, “Com dinheiro ou sem dinheiro, eu brinco”, trata da tomada de decisão de Crivella, que viajou para a Europa neste Carnaval. O presidente da verde-e-rosa, Chiquinho da Mangueira, fez críticas: “Ele menosprezou o maior espetáculo da terra. Ele desvalorizou o maior espetáculo da cidade de que ele é prefeito. O Carnaval vem sendo desrespeitado. É o maior Carnaval do mundo e o prefeito nem aqui vem”.

LEIA TAMBÉM: Sabrina Sato brilha sem roupa em desfile para a Vila Isabel



FECHAR