publicidade
11/10/17
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Juliana Caldas relata caso de preconceito por nanismo

Publicado por Isabela Sales em Notas às 17:10

Juliana Caldas, que se prepara para estrear em O Outro Lado do Paraíso, novela das 21h, em que vai interpretar uma personagem que é maltratada pela mãe por ser nanica, relatou que o preconceito não está presente apenas na ficção. Em entrevista ao jornal Extra, ela lembrou uma situação que enfrentou.

“Uma vez pedi ingresso para uma casa de show em São Paulo e uma menina disse que só poderia vender para cadeirante. Ela disse que eu não era deficiente. E eu perguntei: “Deficiente é só cadeirante? Se um cego viesse comprar, você ia dizer que ele não poderia assistir ao show? Se eu for na plateia comum eu só vou ver bundas!”. Eu chamei a supervisora e ela também falou que não podia. Mas é lei. Uma pessoa que lida com o público tem que saber. Eu fingi que ia chamar a polícia. Foi muito constrangedor. Ela achou que só cadeirante era deficiente. É chato ficar tendo que lembrar as pessoas sobre a acessibilidade”, disse.



PUBLICIDADE
FECHAR