Quarto do bebê: como decorar?

O anúncio da chegada de uma criança vem sempre acompanhada da frequente pergunta: menino ou menina? A resposta significa uma amplo leque de nomes, roupas e possibilidades de decoração. O quarto, então, é uma das principais preocupações: como decorar, qual o tema mais indicado?

Como todos os cômodos da casa, os quartos infantis também seguem tendências. E, cada vez mais, os quartos dos bebês não precisam ter tons pastel ou claros, como era de praxe há alguns anos. Segundo Luiza Luck Longmann, das lojas Diminuti, agora as mães estão mais confiantes em usar cores fortes e até prolongando mais o uso desta decoração para depois que o bebê cresce. “Este estilo mais vivo e alegre, com móveis mais modernos e que acompanham o crescimento da criança, segue muito as tendências europeias”, afirma.

E quanto à diferenciação entre os gêneros? Para ambos, o estilo campeão de pedidos continua sendo o clássico/romântico, com temas e detalhes como os móveis provençais (com cara de antigo), por exemplo. Unissex, para os meninos, são encontrados geralmente tons de branco, azul, bege, cinza ou até dourado. Outro hábito comum a meninos e meninas é usar uma coroa, ou inicial da criança, em um brasão, nas peças em tecido ou nos próprios móveis.

Para elas, estampas florais em todo o quarto ou apenas uma bailarina ou anjo em um quadrinho na parede ajudam a complementar a decoração, assim como flores, borboletas e pássaros. Ainda para as pequenas, houve um tempo em que se utilizava muito o lilás. “Atualmente, o mais comum é o rosa mesmo”, explica. “Para os meninos, tons de bege são indicados. O cinza demorou a virar o queridinho aqui no Recife, que já era moda em São Paulo há mais tempo, mas agora estamos com bastante saída de toques dessa cor nos quartinhos, além do uso de ursinhos”, finaliza.