publicidade
09/06/21
Givanildo Oliveira vai ser o novo diretor técnico de futebol do Santa Cruz. Foto: Divulgação/Santa Cruz
Givanildo Oliveira vai ser o novo diretor técnico de futebol do Santa Cruz. Foto: Divulgação/Santa Cruz

Santa Cruz anuncia Givanildo Oliveira como novo diretor técnico de futebol

09 / jun
Publicado por Lourenço Gadêlha em Notícias às 16:50

Conhecido popularmente como “rei do acesso” por suas conquistas em campo, Givanildo Oliveira está de volta ao Santa Cruz. Agora, no entanto, numa função diferente a qual se habituou ao longo dos mais de 40 anos de carreira entre jogador e técnico, inclusive, pela própria Cobra Coral. Aos 72 anos, ele foi anunciado na tarde desta quarta-feira (9) como novo diretor técnico de futebol do Tricolor. Fora do mercado desde 2019, quando deixou o América-MG, Givanildo vai atuar como um elo de ligação entre a presidência do clube, comissão técnica e os jogadores, tendo o suporte do executivo de futebol, Fabiano Melo.

Em entrevista ao repórter Filipe Farias, da Rádio Jornal, Givanildo Oliveira falou, na prática, como vai se dar a sua nova função como diretor técnico do Santa Cruz. “Vou ter contato com treinador, com a comissão técnica, com os jogadores, tanto individualmente, quanto em grupo. Eu sei muito bem que agora eu não sou mais treinador. Existe uma diferença aí. Pelo acerto, eu vou ser o comandante, não diria geral, porque não tem um geral, mas a pessoa que vai estar no dia a dia olhando o que está errado”, explicou.

De acordo com o comunicado divulgado nas redes sociais do clube, a contratação de Givanildo Oliveira não inviabiliza a atuação dos diretores estatuários Albertino dos Anjos, Oberdan Rabelo, Jaime Cordeiro e Thomaz Barbosa, que continuarão contribuindo com o presidente executivo, Joaquim Bezerra. Além disso, o novo diretor terá ligado a sua função os departamentos físicos, técnicos e fisiologia, tendo uma interação de forma integrada com o departamento médico e a transição da base para o profissional.

LEIA MAIS:

Com chegada discreta no Santa Cruz, goleiro Marcão tem nome publicado no BID

Titular contra o Floresta, Caetano se diz mais maduro e confiante para ajudar o Santa Cruz

Frank projeta melhora do Santa Cruz na Série C: “Podemos evoluir ainda mais”

Bolívar projeta Santa Cruz ‘crescendo no momento certo’

Pelos longos anos no futebol, o novo desafio não “assusta” Givanildo Oliveira, que revelou ao repórter Filipe Farias, da Rádio Jornal, como se deu as tratativas para acertar com o Tricolor. “Houve o convite. Tive uma reunião com o presidente e as pessoas que estão hoje no Santa Cruz, e terminei aceitando a maneira que foi colocado para ser o gerente geral, como se diz. Existe uma diferença de treinador para ser um gerente geral de futebol, mas pela minha vivência e tudo que passei no futebol, não tem muito segredo não”, concluiu.

IDENTIFICAÇÃO COM O SANTA CRUZ

Além da vasta experiência, um dos motivos que levaram à atual gestão a contratar Givanildo para a função foi a identificação que ele possui com o Santa Cruz. Isso porque o agora diretor técnico está na história das Repúblicas Independentes do Arruda como o jogador que mais vestiu a camisa Tricolor. Foram, ao todo, 599 jogos disputados em duas passagens, entre 1969 e 1979, onde foi pentacampeão pernambucano.

Já como treinador, obteve diversas conquistas no Santa Cruz e em outros clubes, como seis acessos, sendo cinco para Série A (um deles com o Tricolor, em 2005, quando também foi campeão estadual) e um para Série B. O histórico o fez ser conhecido como “rei do acesso”. Ao todo, possui 18 títulos estaduais, além de uma Copa do Nordeste com o Sport (1994) e duas Série B (1997 com o América-MG e 2001 com o Paysandu).

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SANTA CRUZ


FECHAR