publicidade
05/05/21
Comemoração dos jogadores do Chelsea. Foto: AFP
Comemoração dos jogadores do Chelsea. Foto: AFP

Chelsea vence Real Madrid e enfrenta Manchester City na final da Champions League

05 / maio
Publicado por Davi Saboya em Notícias às 19:22

AFP – O Chelsea venceu o Real Madrid por 2 a 0 nesta quarta-feira e se classificou para a final da Liga dos Campeões, na qual enfrentará, em um duelo inglês, o Manchester City, que venceu na terça-feira o PSG.

O alemão Timo Werner abriu o placar cabeceando para o gol vazio e Mason Mount marcou o segundo na reta final (85), levando o Chelsea a uma nova final europeia, quase dez anos depois de ter conquistado a Liga dos Campeões em 2012.

Depois do empate em 1 a 1 no jogo de ida, a equipe ‘merengue’ chegou a Stamford Bridge com a obrigação de atacar e marcar gols, mas encontrou o Chelsea bem fechado atrás e pressionando na frente, o que impediu o jogo do time espanhol.

LEIA MAIS

> “Os detalhes fizeram a diferença”, lamenta Marquinhos sobre eliminação do PSG para o City

> “Estou orgulhoso”, diz Guardiola ao levar o City à final da Liga dos Campeões

> “Nossa equipe jamais desistiu”, afirma técnico do PSG

O time madrilenho não conseguiu encontrar as brechas no sistema defensivo do Chelsea, que aproveitou as bolas roubadas no meio do campo para sair em velocidade e surpreender o Real Madrid com N’Golo Kanté como motor do time.

As roubadas de bola do meia francês na intermediária acabaram sendo fundamentais nos dois gols que decretaram a vitória do time londrino.

No primeiro, Kanté tocou para Havertz que tocou por cobertura e a bola bateu no travessão, mas Werner aproveitou o rebote de cabeça e mandou para o gol vazio abrindo o placar (28).

Jogadores do Chelsea não esconderam alegria por classificação. Foto: AFP

O time merengue poderia ter ido para o intervalo com o empate, mas Mendy conseguiu afastar uma cabeçada de Benzema (35).

No segundo tempo, o técnico Zinedine Zidane tentou reanimar a equipe espanhola em desvantagem colocando Fede Valverde e Marco Asensio no lugar de Mendy e Vinicius Junior.

As mudanças surtiram efeito e melhoraram um pouco o desempenho da equipe, mas a passagem dos minutos começou a pesar para o Real Madrid, que mostrava cansaço.

O time espanhol não se entregou mas faltando apenas cinco minutos para o fim, o americano Christian Pulisic, que havia entrado no lugar de Werner (68), tocou da direita para Mount na pequena área, que fez o 2 a 0 final (85).

O Chelsea buscará agora sua segunda taça ‘Orelhuda’ em Istambul, na Turquia, contra o Manchester City, que vai lutar por um título inédito.

Enquanto isso, o Real Madrid vai se concentrar na luta acirrada pelo título da Liga espanhola.


FECHAR