publicidade
15/04/21
Grêmio não vai disputar fase de grupos da Libertadores. Foto: AFP
Grêmio não vai disputar fase de grupos da Libertadores. Foto: AFP

Independiente Del Valle elimina Grêmio e vai à fase de grupos da Libertadores

15 / abr
Publicado por Davi Saboya em Futebol Internacional às 2:33

AFP – O Independiente del Valle honrou o apelido de ‘mata-gigantes’ ao vencer o Grêmio por 2 a 1 nessa quarta-feira, em Porto Alegre, obtendo assim a vaga na fase de grupos da Copa Libertadores após ter vencido pelo mesmo placar no jogo de ida.

Dois gols do argentino Cristian Ortiz (45+3 e 66) viraram a partida para o time equatoriano, comandado pelo português Renato Paiva, que fez uma exibição de gala com um futebol contundente e ambicioso na Arena do Grêmio.

LEIA MAIS

> Real Madrid empata com Liverpool e vai às semifinais da Liga dos Campeões

> City elimina Dortmund e vai enfrentar PSG nas semifinais da Champions

> Técnico Gareth Southgate espera bom comportamento dos jogadores da seleção inglesa

O time tricampeão da Libertadores, muito afetado por lesões, sanções e covid, incluindo o técnico Renato Portaluppi, não conseguiu sustentar a vantagem conquistada em um chute de longa distância de Jean Pyerre (22), seu melhor jogador em campo, em parte devido à expulsão da Maicon (63).

O Del Valle vai integrar o difícil Grupo A da Libertadores, formado pelo atual campeão Palmeiras, o vencedor da Copa Sul-Americana de 2020 Defensa y Justicia (ARG) e o Universitario (PER).

O Grêmio, por sua vez, terá que se contentar com o grupo H da Sul-Americana, junto com Lanús (ARG), La Equidad (COL) e Aragua (VEN).

ESPERANÇA EFÊMERA

A lesão do chileno César Pinares – um dos dez desfalques do Grêmio – abriu uma nova porta para Jean Pyerre, provavelmente o jogador mais promissor do tricolor gaúcho.

O camisa 10 mostrou porque no ano passado muitos o consideraram o melhor jogador do Brasileirão.

Ele mostrou sua força em um chute certeiro de pé direito, perto da meia-lua, que entrou no canto esquerdo inferior de Moisés Ramírez.

E ele mostrou inteligência minutos depois (37), em um lançamento que encobriu a defesa equatoriana até deixar Maicon no mano a mano com o goleiro. Ramírez se esticou e defendeu o chute à queima-roupa.

O promissor goleiro de 20 anos voltou a brilhar aos 37 minutos, quando desviou, com a perna esquerda, um chute cruzado de Ferreira que antes havia se livrado da marcação de José Hurtado.

A importância das defesas de Ramírez – somadas aos erros do Grêmio na definição – foi acentuada quando, na única chegada até então, Ortiz empatou com uma bela cobrança de falta no canto superior esquerdo do gol de Brenno.

FATOR FARAVELLI

Jean Pyerre continuou a se destacar, mas foi difícil para seus colegas traduzirem suas ideias em gol. Em uma bela jogada (56) ele deixou Diego Souza na frente da meta adversária, mas o chute do atacante saiu alto demais.

Mas o domínio do time equatoriano acabou ficando mais evidente com a expulsão de Maicon, que recebeu o segundo cartão amarelo após dar uma entrada dura no argentino Lorenzo Faravelli.

Dono do meio-campo e do ritmo do jogo, Faravelli comandou o crescimento dos equatorianos, que pareciam ter esquecido as críticas que fizeram por ter que jogar a ida da terceira fase em Assunção após três casos de covid no Grêmio.

O jogador lançou em profundidade, e Ortiz acertou, desta vez com o pé esquerdo, para acabar com a esperança de uma virada do time local.

Depois do gol, os equatorianos mantiveram a iniciativa contra o Grêmio, que se mostrou incapaz de assustar uma equipe sólida, organizada e afiada.

Com apenas uma década na primeira divisão, período em que já saboreou a glória ao vencer a Sul-Americana-2019, o Independiente Del Valle fez jus ao apelido que sua torcida lhe deu e que já é um sinal de alerta para seus adversários do Grupo A: “mata gigantes”.


FECHAR