publicidade
06/04/21
Ex-goleiro do Náutico, Nilson protagonizou a campanha do clube contra o racismo. Foto: Caio Falcão/Divulgação
Ex-goleiro do Náutico, Nilson protagonizou a campanha do clube contra o racismo. Foto: Caio Falcão/Divulgação

Conselho Deliberativo do Náutico aprova uso da camisa preta para jogos

06 / abr
Publicado por Davi Saboya em Náutico às 19:35

Em uma reunião, nessa segunda-feira, o Conselho Deliberativo do Náutico aprovou o uso da camisa preta por parte dos jogadores de linha da equipe principal. Inicialmente, o novo uniforme estava sendo utilizado apenas como terceiro padrão dos goleiros. O manto do Timbu foi lançado no mês de setembro do ano passado, durante a Série B do Campeonato Brasileiro, em uma campanha contra o racismo intitulada “Vidas Negras Importam”. Na mesma ocasião, clube alvirrubro também reconheceu os erros do passado sobre o tema.

LEIA MAIS

> Final do Campeonato Pernambucano Feminino será na Arena de Pernambuco

> Hélio dos Anjos descarta utilização de Bustamante no Náutico: “Temos outros jogadores que oferecem mais”

> Novo zagueiro do Náutico, Wagner Leonardo explica saída do Santos e comenta características

> Recuperado, Ronaldo Alves reforça Náutico contra o Salgueiro

Ainda na temporada 2020, a nova camisa lançada pelo Náutico teve aceitação da maioria da torcida. E, assim, despertou o apelo dos alvirrubros para o uso nas partidas do time de futebol. No entanto, existiu uma discordância no Deliberativo. Até o assunto ser colocado em pauta no Conselho, após solicitação no mês de março, como explicou o presidente do órgão, Alexandre Carneiro, em entrevista ao Jornal do Commercio e Blog do Torcedor.

“Foi importante (a aprovação da camisa). O único pedido da presidência executiva naquela época do lançamento foi para uso em goleiro. Agora, em março, chegou o pedido para uso em linha e colocamos em pauta. A controvérsia que foi externada na época é nosso dever respeitar, faz parte em um grupo de 270 Conselheiros, e assim existe na torcida também e na sociedade”, afirmou Alexandre.

“Nem sempre haverá unanimidade nas discussões e pautas. Digo novamente, nunca houve maioria para reprovação de nada relacionado a camisa preta. Foi uma falácia gerada pelo impacto do conteúdo de atas da reunião vazadas”, completou Carneiro.

O presidente do Conselho Deliberativo do Náutico ainda salientou que uma comissão foi criada no órgão para tratar de posicionamentos do clube em pautas sociais, como por exemplo, o combate ao racismo. “O tema em si, de forma mais ampla, ou seja, a importância das ações afirmativas para o crescimento do clube, está em nossa pauta permanentemente por meio do grupo de trabalho que foi criado sob a coordenação do conselheiro, cientista político e professor da Universidade Católica de Pernambuco, Juliano Domingues”, disse Alexandre Carneiro.


FECHAR