publicidade
22/02/21
Rafinha foi contratado pelo PSG nesta temporada. Foto: AFP
Rafinha foi contratado pelo PSG nesta temporada. Foto: AFP

PSG é derrotado em casa pelo Monaco e se distancia do líder Lille no Francês

22 / fev
Publicado por Davi Saboya em Notícias às 5:47

AFP – Após a goleada sobre o Barcelona (4 a 1) pela Liga dos Campeões, o Paris Saint-Germain levou uma ducha fria na luta pelo título do Campeonato Francês ao ser derrotado em casa por 2 a 0 pelo Monaco, neste domingo, pela 26ª rodada da competição.

Com este resultado, o atual campeão francês caiu da vice-liderança para a terceira posição na tabela, ficando com 54 pontos, a quatro do primeiro colocado Lille, que goleou o Lorient (18º) por 4 a 1, e a um do Lyon (2º), que na sexta-feira bateu por 3 a 2 o Brest (12º).

LEIA MAIS

> Marta ganha surpresa de aniversário da Seleção Brasileira e vai às lágrimas durante coletiva

> Fora de casa, Bayern de Munique é derrotado pelo Eintracht Frankfurt pelo Alemão

> Tolisso sofre grave lesão em treino do Bayern e pode desfalcar a França na Eurocopa

No Parque dos Príncipes, o PSG jogou muito mal e acabou sofrendo a sexta derrota no torneio nacional, graças aos gols de Sofiane Diop, aos 6 minutos, e do chileno Guillermo Maripán (51).

Sem o brasileiro Neymar, o time parisiense mais uma vez teve Kylian Mbappé como líder no ataque, mas ele  não conseguiu balançar as redes adversárias desta vez, após os três gols marcados sobre o Barça, na terça-feira passada, no Camp Nou, pelo duelo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões.

Das seis derrotas sofridas pelo PSG nesta edição do Francês, duas foram para o Monaco, que superou a equipe da capital da França no primeiro turno, por 3 a 2.

O clube do principado ocupa a quarta posição na tabela, a dois pontos do Paris Saint-Germain.

LILLE

Após duas rodadas sem vencer, o Lille voltou a somar três pontos ao golear o Lorient por 4 a 1, neste domingo.

Jogando fora de casa, os visitantes abriram o placar no minuto 20, no gol contra Andre Gravillon.

Os anfitriões empataram logo depois, aos 23, por intermédio de Jerome Hergault, mas o português José Fonte (38), Jonathan Ikoné (59) e o croata Domagoj Bradaric (90 + 1) decretaram a vitória para os agora líderes do Francês.


FECHAR