publicidade
17/01/21
Foto: Lucas Gabriel Cardoso/Brusque
Foto: Lucas Gabriel Cardoso/Brusque

Com acesso garantido, Brusque enfrenta o Santa Cruz em busca de vaga inédita na final da Série C

17 / jan
Publicado por Lourenço Gadêlha em Sem categoria às 10:03

Depois de conquistar a classificação para a Série B de forma antecipada, o Brusque enfrenta o Santa Cruz neste domingo (17), às 18h, no Arruda, pela última rodada do quadrangular do acesso, em busca de uma vaga inédita na final da Série C do Campeonato Brasileiro. Para coroar o histórico retorno a Segunda Divisão nacional após 32 anos, a equipe do Vale do Itajaí busca agora o título da Terceirona. Por isso, se engana quem pensa que o jogo não vale nada para o Marreco, já que para chegar na grande decisão sem depender de outros resultados, o time precisa vencer a última partida da segunda fase diante do Tricolor.

Único invicto no quadrangular do acesso, o Brusque é o líder do grupo C com nove pontos em cinco jogos. A equipe catarinense tem dois pontos a mais que o Vila Nova-GO, vice-líder da chave. Em caso de empate ou derrota para o Santa Cruz e um possível triunfo do time goiano contra o Ituano no Augusto Bauer, em São Paulo, o Brusque seria ultrapassado e terminaria sua participação na Série C. Na primeira hipótese, ficaria atrás do Vila no número de vitórias (3×2). Na segunda, seria ultrapassado em pontos, já que ficaria com nove, enquanto o alvirrubro chegaria a 10. Dentro deste contexto, só a vitória contra o Tricolor do Arruda interessa.

LEIA MAIS:

>> Vice-presidente do Santa Cruz acredita que recursos das vendas de João Paulo e do CT de Beberibe darão melhora substancial ao clube

>> Por casos positivos para a covid-19, Santa Cruz terá três desfalques contra o Brusque

>> Santa Cruz: acreditar é o primeiro passo

>> Focado em partida decisiva contra o Brusque, Danny Morais defende que Santa entre com equilíbrio em campo

Para o confronto deste domingo, a tendência é que o Marreco vá a campo com força máxima, já que não possui atletas lesionados ou suspensos. Velho conhecido dos pernambucanos, com passagens no Salgueiro e no Náutico, o volante Rodolfo Potiguar cumpriu suspensão na vitória por 4 a 2 contra o Ituano e estará de volta. Por outro lado, o Brusque entra em campo com quatro jogadores pendurados, são eles Everton Alemão, Aírton, Zé Mateus e Thiago Alagoano. Caso o time catarinense avance e um desses atletas levem outro cartão amarelo, ficarão de fora do primeiro jogo da final, já que o regulamento da competição só previa que os cartões fossem zerados da primeira para a segunda fase.

Em ascensão nos últimos dois anos depois de conquistar o título da Série D em 2019, o técnico Jerson Testoni garante que a conquista de mais um troféu nacional está entre os objetivos traçados pelo clube no início da temporada. “A gente já estava trabalhando muito para isso. Quando iniciou a competição, a gente colocou quatro objetivos para conseguir alcançar. O primeiro era manter a equipe na Série C, o segundo era passar de fase, o terceiro era o acesso e a quarta era buscar essa conquista ainda, que é o título. Vamos em busca de mais um objetivo. Todas as competições sempre trabalhamos no topo, buscando as classificações. Agora é focar para buscar essa decisão. E como a gente conhece o nosso grupo, tenho certeza que vamos fazer um jogo muito competitivo contra o Santa Cruz para chegar a final e buscar esse título”, almejou.

VELHOS CONHECIDOS

Além do volante Rodolfo Potiguar, que atuou por Salgueiro e Náutico, outros atletas do Brusque também tiveram passagem pelo futebol pernambucano. Pelo próprio Tricolor, o lateral-direito João Carlos passou em 2014, mas atuou apenas em dois jogos e não deixou saudades. Já no Náutico, passaram o lateral-esquerdo Airton, que conquistou o acesso à Série A em 2011, além dos meias Eliomar e Jefferson Renan (que também passou no Porto-PE). Já o volante Guilherme Escuro atuou por Salgueiro e Afogados, enquanto o atacante Dênis jogou no Petrolina e também no Afogados.

PROVÁVEL ESCALAÇÃO:

BRUSQUE

Ruan Carneiro; João Carlos, Ianson, Everton Alemão, Aírton; Zé Mateus, Rodolfo Potiguar; Edílson, Thiago Alagoano, Maurício Garcez; Marco Antônio. Técnico: Jerson Testoni


FECHAR