publicidade
15/01/21
Pelé se consagrou de vez em Mundiais com o tricampeonato em 1970, no México. Foto: acervo Estadão Conteúdo
Pelé se consagrou de vez em Mundiais com o tricampeonato em 1970, no México. Foto: acervo Estadão Conteúdo

Netflix lançará documentário sobre Pelé em fevereiro

15 / jan
Publicado por Klisman Gama em Futebol Internacional às 8:38

AFP – Netflix e Pelé anunciaram nesta quinta-feira o lançamento de um documentário que vai retratar a transformação do jovem craque da Copa de 1958 em “herói nacional durante uma era radical e turbulenta da história brasileira”. O filme estará disponível na plataforma a partir do dia 23 de fevereiro.

“Em breve, eu terei a oportunidade de reviver minhas memórias. No dia 23 de fevereiro, minha história será contada em um documentário produzido pela Netflix. Estou empolgado para assistir!”, escreveu o Rei em mensagem postada nas redes sociais em português e inglês.

LEIA MAIS

>> Real Madrid empresta atacante para o Eintracht Frankfurt

>> Reinaldo Rueda, ex-Flamengo, é o novo técnico da Colômbia

>> Neymar e Álvaro, do Olympique, se alfinetam após PSG conquistar Supercopa da França

>> TV Jornal atinge vice-liderança da audiência com Palmeiras x River Plate pela Libertadores

O documentário inclui “algumas raras cenas de arquivo e declarações de lendários ex-companheiros (de Pelé) no Santos e na Seleção, além de depoimentos inéditos de familiares, jornalistas, artistas e outras personalidades que vivenciaram aquela época”, informou a Netflix à AFP.

O filme foi dirigido por David Tryhorn e Ben Nicholas, que já trabalharam na série “Tudo ou Nada: Seleção Brasileira”, que conta a conquista da Copa América pela equipe Canarinha em 2019.

Pelé é o único jogador a ter conquistado três copas do mundo (Suécia-1958, Chile-1962 e México-1970). Esta última, com um time considerado o melhor de todos os tempos, foi conquistada durante a época mais dura da longa ditadura militar do Brasil (1964-1985).

Em 2000, Pelé foi coroado jogador do século XX pelos especialistas da Fifa, embora o voto popular tenha escolhido o argentino Diego Maradona.

“Um dia, eu espero que possamos jogar bola juntos no céu”, disse o astro brasileiro quando o ‘Pibe de Oro’ faleceu, em novembro passado.


FECHAR