publicidade
04/12/20
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Hélio dos Anjos vê como ‘fundamental’ o papel dos volantes no esquema do Náutico

04 / dez
Publicado por Klisman Gama em Náutico às 11:28

Parte do crescimento do Náutico nas mãos de Hélio dos Anjos se dá pelo reforço na marcação que o treinador fez ao escalar Rhaldney e Djavan. Dois volantes de mais pegada, força física, que são como “cães de guarda” na frente da área alvirrubra. Além disso, com uma saída de bola razoável, conseguem ajudar a desafogar a defesa quando o adversário pressiona com linhas altas. Essa mudança, para o treinador, foi fundamental para tornar o Timbu mais aguerrido e forte fisicamente. No estilo que ele gosta de ver.

LEIA MAIS

>> Náutico contrata atacante Magno, vindo do Cascavel-PR

>> Treinador exalta Kieza e Jean Carlos, peças importantes para Náutico manter reação

>> Em comum acordo, Náutico rescinde contrato com o paraguaio Júnior Brítez

>> Em ação movida pelo ex-zagueiro Lúcio Surubim, Náutico tem troféus do hexa penhorados

“Desde quando eu cheguei que eu tenho os meus pontos de vista sobre o Náutico. Recebi o material de observação dos jogos através dos nossos analistas de desempenho e eu sempre achei que a estrutura de marcação do meio-campo estava trazendo um problema muito sério para a linha de quatro. Por isso, resolvemos mexer nesse setor tendo dois jogadores de mobilidade de marcação e também com boa saída”, afirmou o técnico Hélio dos Anjos. 

Nos últimos três jogos, o Náutico entrou em campo com a mesma dupla na cabeça de área. Eles têm uma participação grande na redução de ataques sofridos pela equipe, o que resultou em apenas um gol sofrido em 270 minutos. Porém, o papel deles vai além. Isso porque ambos têm a responsabilidade de comandar a subida e descida das linhas de marcação do Alvirrubro nos jogos. Isso tem ajudado a tornar o time mais compacto e combativo pela bola. Por isso, dentro dessas partidas, Hélio tem conversado bastante com a dupla para que os movimentos sejam sempre coordenados.

“É importante frisar que o diálogo com esses dois jogadores precisa existir, pois são os responsáveis por baixar a nossa marcação e levar a marcação na pressão que é iniciada pelo Kieza. Eles são fundamentais em relação a nossa estrutura”, encerrou.


FECHAR