publicidade
01/12/20
Técnico falou sobre o seu alto nível de exigência com o elenco. Foto: Caio Falcão/Náutico
Técnico falou sobre o seu alto nível de exigência com o elenco. Foto: Caio Falcão/Náutico

Hélio dos Anjos destaca exigência própria com o elenco por resultados do Náutico

01 / dez
Publicado por Klisman Gama em Náutico às 8:06

Há oito jogos sem vencer e apenas uma vitória nos últimos 14 jogos, o Náutico sabe do peso que carrega consigo para voltar a conquistar os três pontos na competição. A cobrança do torcedor é enorme, ainda mais com o risco cada vez maior de rebaixamento da equipe. Internamente, o clima também é semelhante para que a vitória venha, e a exigência parte, principalmente, do técnico Hélio dos Anjos. Mas, segundo ele, a cobrança da sua parte vem embasada para que o elenco tenha como dar o seu melhor e corresponder o que é pedido.

“A primeira coisa é a cobrança e isso é algo natural. Todo atleta gosta de saber que tem um comandante que cobra. Estão muito enganados aqueles que acham que jogador se incomoda com a cobrança. Tem que haver a cobrança, mas tem que se oferecer os dados para que os jogadores melhorem a sua performance. Temos de transmitir confiança e o máximo de informações, mas sem atropelar o raciocínio lógico do atleta e, acima de tudo, criar um ambiente saudável de trabalho, que você tem apenas criando metas e objetivos, mas dando apoio e estando à frente do grupo para qualquer situação que acontecer. É muito importante o todo. Que todo o clube, que os atletas estejam focados em busca do resultado”, disse o técnico. 

LEIA MAIS

>> Para aliar desempenho ao resultado, Náutico quer voltar a vencer diante do Guarani

>> Com Série B afunilando, Náutico tem mais de 80% de chance de rebaixamento

>> Treinador do Náutico ressalta motivação para duelo com o Guarani nos Aflitos: “Gosto desse tipo de jogo”

>> Náutico de olho na abertura da 25ª rodada da Série B nesta segunda

“O treinador é um gerenciador de sonhos. Quem vai criar todas essas situações é o treinador para que se possa tirar o máximo dos jogadores. A receita é treinamento, trabalho, um grau de exigência altíssimo e transmitir para eles as responsabilidades naturais de defender o seu clube. O Náutico é um clube de grandeza centenária e os jogadores têm de entender que as exigências serão imensas sempre e independente de qualquer situação”, acrescentou.

Para assimilar tal cobrança, é preciso saber também a dimensão do que cada jogo nesta reta final de Série B representa para o Náutico. Desta forma, Hélio dos Anjos pretende extrair o máximo de cada jogador para que o desempenho, que já vem melhorando a cada jogo, traga consigo o resultado. Diante da motivação que a equipe alvirrubra vem apresentando, segundo o treinador, caso o time apresente de novo um desempenho, “nem a arbitragem” tira o controle da partida das mãos do Timbu.

“A importância do jogo é total. Ainda que não fosse o Guarani, fosse outro adversário, eu estaria dizendo a mesma coisa. A importância principal é fazermos o resultado, é você conseguir através da melhor performance, que estamos tendo, o mais importante, que é a vitória. Eu espero conseguir a vitória. Pelo momento, pelo jogo que nós teremos. Agora, acima de tudo, a coisa mais importante é fazermos aquilo que nos propomos de maneira bem feita. Se fizermos o que temos a fazer de modo bem feito, nem a arbitragem poderá nos tirar o controle do jogo”, encerrou.


FECHAR