publicidade
01/12/20
André Frutuoso (esquerda) e Joaquim Bezerra falam sobre propostas para o Santa Cruz no lançamento da chapa. Foto: Camila Florêncio/ Pro Santa
André Frutuoso (esquerda) e Joaquim Bezerra falam sobre propostas para o Santa Cruz no lançamento da chapa. Foto: Camila Florêncio/ Pro Santa

André Frutuoso elogia desempenho em 2020, mas culpa gestão do Santa Cruz por passagens nas séries C e D

01 / dez
Publicado por Lourenço Gadêlha em Notícias às 18:45

Candidato à presidência do Santa Cruz pelo grupo de oposição Pro Santa, o advogado André Frutuoso fez uma avaliação da gestão do atual mandatário, Constantino Júnior, presidente do Executivo nos últimos três anos. Em entrevista ao comentarista Ralph de Carvalho, da Rádio Jornal, o oposicionista afirmou que é preciso dividir a análise sobre várias óticas, se referindo ao bom desempenho dentro de campo em 2020, mas criticando os repetidos insucessos fora dele nos últimos anos. 

“O trabalho deste ano, em campo, é bom. A gente reconhece isso. Os atletas estão trabalhando sem receber salário, mostrando desempenho dentro de campo, comprometimento. A gente ressalta o trabalho do Danny Morais, Pipico, Didira, Chiquinho, Paulinho. Vários atletas apresentando um desempenho satisfatório, inclusive com algumas revelações, como o André e o Maycon Cleiton. Então o trabalho dentro de campo este ano é bom”, disse Frutuoso, antes de criticar o “trabalho vergonhoso” desempenhado pelo mesmo grupo que comanda o Santa Cruz há anos.

LEIA MAIS:

>> Candidato à presidência do Santa Cruz pela oposição diz que não há base legal para eleições em fevereiro

>> Após segunda derrota seguida, Martelotte admite relaxamento do Santa Cruz após classificação antecipada

>> Santa Cruz perde para o Jacuipense por 1×0 e liga sinal de alerta para quadrangular final da Série C

>> Situação não apresenta candidato no prazo e oposição exige que o Santa Cruz dê seguimento a eleição com chapa única

>> Vice-presidente do Santa Cruz diz que situação ainda está dentro do prazo para a inscrição da chapa

“O que é que não é bom? O trabalho ao longo dos anos. Nos últimos 10 anos, passamos sete nas divisões inferiores do futebol brasileiro (Série C e D). Esse trabalho é vergonhoso. Além disso, o trabalho fora de campo não é bom. A gente não pode analisar apenas dentro de campo, até porque ali nada mais é do que um espelho do que acontece fora de campo. E nesse contexto estamos muito atrasados. O clube hoje ainda continua com a prática do presidente do Executivo virar presidente do Conselho Deliberativo no mandato subsequente para julgar as próprias contas. Isso é antiético, incoerente e passa uma mensagem errada para os credores”, completou o candidato da oposição em entrevista à Ralph de Carvalho. 

ELEIÇÃO

Além disso, Frutuoso também criticou a forma arcaica como os atuais gestores se comportam no dia-a-dia, citando como exemplo a forma irregular como a situação tem conduzido o processo eleitoral do clube, que vai definir a próxima gestão no biênio 2021-2022. 

“O clube não publicou o terceiro edital, acreditando numa fantasia esquizofrênica de que a não publicação do terceiro edital faz com que não desencadeie o início do prazo para inscrição das chapas. Não é verdade. O artigo 565 do Código de Processo Penal Brasileiro fala que nenhuma das partes poderá arguir nulidade a que haja dado causa. É o que a gente chama de princípio de que você não pode se beneficiar da sua própria torpeza. Isso está no Código de Processo Penal, mas isso é um princípio utilizado em todo o sistema constitucional, civil, processual e tributário brasileiro. Estão usando esse princípio para se esquivar de uma obrigação legal. Isso é péssimo para o clube”, concluiu. 

 


FECHAR