publicidade
30/11/20
Hélio dos Anjos ainda não venceu em três jogos à frente do Náutico. FOTO: CAIO FALCÃO/NÁUTICO
Hélio dos Anjos ainda não venceu em três jogos à frente do Náutico. FOTO: CAIO FALCÃO/NÁUTICO

Treinador do Náutico destaca importância do fator psicológico do time na Série B

30 / nov
Publicado por Gabriela Máxima em Náutico às 7:15

Sinal de alerta ligado nos Aflitos. O Náutico acumula um saldo negativo na Série B que pode culminar em nova queda para a terceira divisão do Campeonato Brasileiro. A derrota por 1×0 diante do Juventude, na noite do sábado (28), escancarou ainda mais a situação delicada do Timbu na competição. Preocupado com o elenco diante de uma sequência complicada, o treinador Hélio dos Anjos destacou o fator psicológico como fundamental para tentar tirar o Náutico da zona de rebaixamento.

O grupo se apresenta hoje e já inicia a preparação para o jogo contra o Guarani, amanhã, às 19h15, no estádio dos Aflitos. Atualmente o Timbu está na 17ª posição, abrindo a zona de rebaixamento, e apresenta sete pontos diferença para o Cruzeiro, o primeiro time fora do Z-4. O problema é que o histórico alvirrubro não ajuda. São oito jogos sem vencer e a pior defesa da competição.

LEIA MAIS

> Náutico melhora, mas perde para o Juventude em Caxias do Sul

> “Sentimento de impotência”, diz Hélio dos Anjos sobre arbitragem na derrota diante da Juventude

Na entrevista depois da derrota diante do Juventude o treinador Hélio dos Anjos falou em tom de preocupação sobre o “emocional” dos jogadores e como o fator psicológico pode ser determinante na reta final da Série B. Ele analisou a evolução do desempenho do grupo com ausência de gols e resultados positivos.

“Eu estou muito sentido porque nós trabalhamos e muito bem para conseguir uma vitória (diante do Juventude). E a gente sabe que o mais importante agora é o emocional. É você não deixar que a carga de cobrança te envolva. Eu vejo nosso time já encaixado no sentido daquilo que precisamos fazer e eu acredito nessa sequência que vamos fazer de grandes jogos”, falou o comandante, que completou sobre o resto do Brasileiro. “Teremos grandes adversários. Estou convicto que nós melhoramos e muito. E precisamos naturalmente melhorar mais porque precisamos urgentemente do resultado”, observou.


FECHAR