publicidade
27/11/20
Argentinos sofreram com a morte do ídolo Maradona. Foto: AFP
Argentinos sofreram com a morte do ídolo Maradona. Foto: AFP

As frases do povo na despedida de Maradona

27 / nov
Publicado por Davi Saboya em Notícias às 13:08

AFP – Dezenas de milhares de pessoas foram se despedir de Diego Maradona nesta quinta-feira (26) em um velório público na Casa Rosada, uma grande demonstração de devoção ao ídolo argentino que morreu na quarta-feira aos 60 anos.

A seguir, algumas frases de quem esperou horas para dizer adeus.

– “Diego é a bola, a vizinhança, o amor, a coisa mais linda. Diego é a nossa vizinhança. Tiraram um pedaço da nossa vizinhança” com sua morte, lamentou Rubén Darío González, aposentado de 64 anos.

– “Se foi o último Deus pagão”, declarou Daniel Ojeda, um cirurgião plástico de 56 anos.

– “Diego é o orgulho nacional argentino, mas também é o orgulho da minha família”, afirmou Jessica Ramírez, 35 anos.

– “Passei a noite toda na praça para me despedir dele. Mas por ele, teria passado minha vida inteira”, disse Pablo Bueno, um garçom de 41 anos.

LEIA MAIS

> Multidão, caos e incidentes marcam velório de Maradona em Buenos Aires

> Napoli entra em campo com a camisa 10 para homenagear Maradona

> Cortejo fúnebre de Maradona sai da Casa Rosada para o cemitério

> Futebol argentino segue em frente sem seu rei e com a ‘Copa Maradona’

> Caixão de Maradona é levado para outro salão da Casa Rosada após invasão

– “O futebol morreu com o Diego, é isso”, Kevin Avellino, estudante, 18 anos.

– “Para mim, Diego é Deus”, Diego Armando Lamas, vendedor, 26 anos.

– “Todos os argentinos são filhos de Diego”, Fabián Luján, estudante, 19 anos

– “A magia e a genialidade do maestro Maradona ultrapassaram fronteiras”, Cristian González, peruano radicado na Argentina.

– “A morte de Diego, para mim, é como a morte de um parente, como um pai que eu nunca pude conhecer”, Lautaro Sánchez, estudante, 18 anos.

– “O maior jogador de futebol da história se foi”, José Rojo, eletricista, 25 anos.

– “Ele é o gênio, ele é o povo, ele somos nós, a vida, o amor”, Andrés Quintero, 42 anos.

– “Diego da minha vida, você é a alegria do meu coração”, gritava a multidão que esperava para entrar na Casa Rosada.


FECHAR