publicidade
21/11/20
Victor Rangel foi diagnosticado com a doença na quarta-feira (18). FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Victor Rangel foi diagnosticado com a doença na quarta-feira (18). FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM

Martelotte ressalta necessidade de manter cuidados com a covid

21 / nov
Publicado por Karoline Albuquerque em Notícias às 13:23

Os casos de coronavírus voltaram a crescer após várias etapas de abertura no estado de Pernambuco. Enquanto o estado soma mais 688 casos e 9 mortes pela covid-19 nesta sexta-feira (20), o Santa Cruz também encara a pandemia dentro de seus domínios. Depois da volta de seis atletas infectados pela doença, o clube viu o meia Didira e o atacante Victor Rangel serem diagnosticados com o vírus.

“O mais importante era manter os protocolos, não relaxar, independente de algumas semanas termos mais casos e outros semanas menos. Mais importante não relaxar com as normas que temos aqui dentro. Temos visto esse aumento em vários clubes pelo Brasil”, comentou o técnico Marcelo Martelotte, na sexta-feira (20). Veja um resumo da campanha tricolor na Série C, em vídeo produzido pelo canal de streaming Danz, que transmite os jogos da competição.

LEIA MAIS:

>Martelotte afirma que Santa Cruz é transparente quanto a atrasos

>Santa Cruz recebe Manaus, que busca vaga no G4

>Classificado em primeiro lugar, Santa Cruz foca atenção nos adversários do Grupo B da Série C

Para o jogo deste sábado (21), contra o Manaus, no estádio do Arruda, o treinador tem as voltas dos zagueiros Danny Morais, William Alves e Denilson; o lateral-direito Toty; o volante Paulinho; e o centroavante Pipico. Agora, ele aguarda a recuperação da dupla que adoeceu.

“Os atletas tem passado com uma certa tranquilidade pela quarentena, mas sempre preocupante, a gente sabe que essa doença é traiçoeira. Nossa preocupação maior é a saúde dos atletas, mas sabemos que mesmo tendo todos os cuidados não estamos completamente seguros de que não teremos mais casos nas próximas semanas”, completou.

Pernambuco totaliza 174.312 casos e 8.899 mortes pelo coronavírus após 254 dias de pandemia. No Brasil são quase 6 milhões de pessoas acometidas pela doença, com quase 170 mil mortes. O vírus já circula no mundo há um ano e afeta 56,4 milhões de pessoas, com 1,3 milhão de mortes.


FECHAR