publicidade
20/11/20
Delmiro Gouveia conversou com a reportagem do Jornal do Commercio. Foto: Tsuey Lan Bizzocchi/Cabanga
Delmiro Gouveia conversou com a reportagem do Jornal do Commercio. Foto: Tsuey Lan Bizzocchi/Cabanga

Delmiro Gouveia confirma candidatura à presidência do Sport

20 / nov
Publicado por Lucas Holanda em Notícias às 13:14

Faltando menos de um mês para a realização da eleição no Sport, os bastidores políticos estão a todo vapor. Pelo lado da situação, Milton Bivar desistiu de tentar a reeleição e, de acordo com Carlos Frederico, presidente em exercício do Leão, o grupo não terá uma chapa para a disputa do pleito. No entanto, do outro lado, duas candidaturas já tinham sido oficializadas: a de Eduardo Carvalho e de Luís Carlos Belém. Nesta sexta-feira, mais um nome vai concorrer à presidência do Sport. Trata-se de do advogado e diretor administrativo/financeiro do Cabanga Iate Clube, Delmiro Gouveia, que confirmou sua candidatura em contato com a reportagem do Jornal do Commercio.

“Serei candidato. Na realidade, isso (a candidatura) não é uma vontade pessoal, mas a vontade de um grupo de manter um projeto de austeridade no clube. Temos o apoio do ex-presidente Luciano Bivar, Eduardo Monteiro, Gustavo Dubeux, Jarbas Guimarães, entre outros”, afirmou Delmiro Gouveia, que completa destacando que ainda não há composição do vice e nem do presidente do Conselho Deliberativo. “Ainda estamos analisando. Passo a passo vamos analisar, mas sempre buscando o melhor para o Sport”, explicou.

Além de ser advogado e diretor administrativo/financeiro do Cabanga, Delmiro Gouveia, que tem 46 anos, também é presidente da Sociedade Nordestina dos Criadores. Com relação a mais detalhes da chapa, a assessoria do candidato informou que uma coletiva de imprensa para que Delmiro possa detalhar o plano da sua administração e também divulgar os nomes para a composição de chapa, como o vice presidente e o presidente do Conselho Deliberativo.

LEIA MAIS

Presidente do Sport em exercício, Carlos Frederico diz que situação não lançará candidato

Milton Bivar tira licença e Carlos Frederico assume presidência do Sport

Desistência do presidente Milton Bivar aumenta incerteza na eleição do Sport

Marcado para acontecer no dia 18 de dezembro, o pleito divide opiniões no Sport. Para o presidente do clube em exercício, Carlos Frederico, é muito ruim que a eleição aconteça durante a Série A. Ao ser questionado sobre o assunto, Delmiro Gouveia falou sobre o cenário atípico causado pela pandemia do novo coronavírus, e que o grupo do candidato vai conversar com outras lideranças buscando a razoabilidade e o melhor para o Sport.

“Todo movimento democrático é natural. Na realidade, a gente vive um momento atípico por conta da pandemia. O natural seria o campeonato já ser concluído. Vamos tentar conversar com as demais lideranças para evitar uma eleição buscando sempre a razoabilidade e o melhor para o Sport”, afirmou Delmiro, que completa mandando um curto recado ao torcedor do Sport, prometendo muita garra e vontade caso seja eleito o novo presidente.

“Como todo torcedor do Sport, o que ele pode esperar é muita garra e muita vontade de contribuir da forma mais profissional possível, buscando os melhores resultados, tendo como principal objetivo a manutenção do Sport na Série A. Em segundo: saudar todos os compromissos, liquidando tudo da forma mais séria possível”, explicou o candidato.

Ao ser questionado se pessoas que fizeram parte das últimas gestões do Sport, de João Humberto Martorelli e Arnaldo Barros, respectivamente, Delmiro Gouveia foi taxativo: ninguém que participou dessas duas administrações irá compor a chapa do candidato à presidência do Sport. “Não, não. Eu não quero nenhuma pessoa ligada a Arnaldo Barros e Martorelli. Quero deixar bem claro: nenhuma pessoa ligada a Arnaldo Barros e Martorelli fará parte da minha chapa”, afirmou Delmiro.

“Respeito muito a pessoa do Gustavo Dubeux, ao qual tenho a máxima estima, inclusive agradeço o apoio dele, é um excelente empresário e trata-se de uma pessoa responsável administrativamente e financeiramente. Mas toda a diretoria será escolhida por mim. Uma coisa é apoio, outra coisa é ser composto. Me dou muito bem com Gustavo, sei que ele é uma pessoa íntegra, mas uma coisa é apoio e outra coisa é fazer parte. Vou deixar bem claro mais uma vez: ninguém que fez parte da gestão de Arnaldo Barros ou Martorelli fará parte da minha chapa”, afirmou.


FECHAR