publicidade
22/10/20
O Brasil tem 3,5 milhões de seguidores a mais que o México, vice do ranking. Foto: Lucas Figueiredo/CBF
O Brasil tem 3,5 milhões de seguidores a mais que o México, vice do ranking. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Seleção brasileira é a mais popular nas redes sociais, seguida pelo México

22 / out
Publicado por Karoline Albuquerque em Futebol Internacional às 20:58

Assim como a popularidade dos times de futebol é medida na web, as seleções também têm o próprio ranking. E, sem modéstia, a seleção brasileira pentacampeã do mundo é a mais seguida nas redes sociais, de acordo com pesquisa do Ibope Repucom. A edição 2020 da lista conta com cinco plataformas online: Facebook, Twitter, Instagram, YouTube e Tik Tok. Mas, o que chama atenção é o vice. A seleção do México é a mais próxima do Brasil.

A Canarinho conta com um total de 24,9 milhões de seguidores nas cinco redes. A seleção comandada por Tata Martino vem atrás com 21.448.026 seguidores. Isso mesmo, o México tem mais adeptos online do que a recentemente bicampeã da Copa do Mundo França, terceira colocada, com 20.188.201 seguidores combinados.

LEIA MAIS:

>SBT garante o primeiro lugar de audiência com 21% de vantagem com transmissão da Libertadores

>Teste seus conhecimentos sobre Pelé no Quiz JC sobre o Rei do Futebol

>Retrô F.C assina ‘protocolo de cooperação técnica’ com o Sporting de Portugal e firma parceria

O top 5 tem mais duas campeãs mundiais. Inglaterra, em 4º, e Alemanha, em 5º. A diferença entre essas duas, porém, é maior. Os ingleses têm 18 milhões de seguidores, contra 12,9 dos alemães. Vale destacar também o desempenho da seleção da Rainha Elizabeth II no Tik Tok. A plataforma é mais popular entre adolescentes e a Inglaterra lidera quando a rede social é isolada, com 421 mil seguidores.

Das 50 seleções no ranking, apenas 11 têm contas no Tik Tok. Nela, o Brasil é o antepenúltimo, com apenas 16,5 mil fãs. Argentina e Suécia são as duas últimas. No top 5, além dos ingleses, México (324,6 mil), Áustria (249,8 mil), Holanda (221,8 mil) e Polônia (183,1 mil).

Um dado que chamou atenção dos pesquisadores foi a soma dos desempenhos de Portugal, Inglaterra, França, Brasil e Indonésia no último ano analisado. Juntas, as equipes somaram mais 8,6 milhões de seguidores, correspondendo a 50% dos mais de 17,3 milhões de inscritos entre todas as seleções analisadas. Para o torcedor médio, a Indonésia pode não fazer sentido junto às outras equipes, mas vale lembrar que é o 4º país mais populoso do mundo.


FECHAR