publicidade
20/10/20
FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM

Sem cadeira cativa, atacantes se alternam nas extremas do Santa Cruz nessa Série C

20 / out
Publicado por Filipe Farias em Notícias às 17:56

Alta rotatividade. Desde o início da temporada, o Santa Cruz ainda não conseguiu firmar no time titular seus atacantes de beirada. A cada jogo, novos escolhidos. Essa, por sinal, foi uma das maiores queixas do ex-técnico Itamar Schulle, que cobrava a contratação de jogadores de velocidade para a ofensiva do Tricolor. Nessa Série C não está sendo diferente. Da primeira rodada até a partida contra o Treze-PB, no último sábado, pela 10ª rodada, nove atletas se revezaram nas extremas do ataque coral – contabilizando apenas aqueles que iniciaram na formação titular -, foram eles: Augusto Potiguar, Jeremias, Negueba, Jáderson, Lourenço, Mayco Félix, Didira, Leonan e Kleiton.

Apesar de a posição de “externos” ainda não ter um dono, pelo menos do lado esquerdo, Jáderson vem se sobressaindo dos demais concorrentes de elenco. Das dez rodadas disputadas pelo Santa Cruz nessa Terceirona, o ex-jogador do Athletico-PR foi acionado em todas as partidas, sendo titular em sete e, nos outros três jogos, entrou no decorrer do segundo tempo. O que mostra que Jáderson tinha a confiança de Itamar Schulle e, agora, também tem a de Marcelo Martelotte.

Outro jogador que tem vários jogos atuando pelos lados do campo não é necessariamente um atacante de beirada e, sim, um meia. É o caso de Didira, que em quatro partidas entrou com a função tática de atuar aberto pela direita – nesses jogos, Chiquinho estava em campo e ficou com a responsabilidade de armar a equipe tricolor por dentro, atuando mais centralizado, mas com os dois tendo liberdade para alternarem de posição. Veja os melhores momentos da vitória do Santa Cruz sobre o Treze, sábado passado (17), em partida que teve a transmissão do canal por streaming Danz.

Quem vem se credenciando ao posto de titular é o recém-chegado Lourenço. Contratado junto ao Avaí, o atacante de 23 anos estreou contra o Ferroviário saindo do banco de reservas e foi titular nas duas últimas partidas: Paysandu e Treze. Nessa última, inclusive, Lourenço foi o autor do gol da vitória coral por 1×0, o seu primeiro com a camisa tricolor. “Fiquei feliz de fazer o gol e ajudar a equipe a sair com a vitória. Tudo é treinamento, é oportunidade… E ela está vindo ali na ponta. Vou fazer de tudo para cumprir bem a função e fazer o melhor para jogar por ali”, garantiu o atacante.

Mesmo com toda essa alternância constante entre os atacantes de lado, Lourenço não enxerga isso como algo negativo. “É uma disputa boa. Isso eleva o nível de trabalho. Nos deixa atentos, porque o jogador não quer ficar fora do jogo. Então, acaba elevando a concentração nos treinos e coloca essa obrigação no treinador a levá-lo para o jogo. É uma disputa sadia e acho que é importante para o grupo”, declarou.

Outros jogadores que entraram nas extremas do ataque tricolor ao longo da Série C, mas não tiveram tantas oportunidades como titulares foram: Augusto Potiguar (iniciou contra Paysandu e Manaus, 1ª e 7ª rodadas); Jeremias (Treze-PB, 2ª rodada); Mayco Félix (Jacuipense, 8ª); Negueba (Manaus, 7ª); Kleiton (Paysandu 1ª) e até o lateral-esquerdo Leonan (Treze-PB, 10ª).

DUELO

O próximo compromisso do Santa Cruz será contra a equipe do Botafogo-PB, domingo (25), às 18h, no estádio do Arruda. Para esse confronto, o técnico Marcelo Martelotte pode mais uma vez modificar o setor ofensivo, já que ele terá o retorno de Chiquinho, que se recuperou de lesão e está à disposição. Caso o comandante coral opte pelo meia, Didira seria deslocado para atuar pelo lado. Uma outra possibilidade seria o retorno de Jáderson pelo lado esquerdo do ataque e Leonan recuando para atuar na lateral.

Certo mesmo é que Célio Santos cumpre suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo e William Alves volta à titularidade da zaga tricolor ao lado de William Alves. Quem deve fazer a sua estreia pelo Santa Cruz em uma partida oficial é Luiz Fernando. O goleiro disputou apenas um amistoso contra o Campinense, no início da temporada. No jogo contra o Treze-PB, com a ausência de Maycon Cleiton, testado positivo para a covid-19, Luiz Fernando acabou não sendo acionado, pois estava em fase final de isolamento por já ter pego o coronavírus. Como ele já foi liberado pelo DM, a tendência é que Martelotte opte pelo experiente goleiro ao invés da manutenção de Jordan, com a provável escalação tricolor sendo: Luiz Fernando; Toty, Danny Morais, William Alves e Leonan (Peri); Bileu (André), Paulinho e Didira; Jáderson (Chiquinho), Lourenço e Pipico.

PODCAST

No episódio dessa semana do na Cara do Gol, podcast da Rádio Jornal sobre o futebol pernambucano, o ótimo momento do Santa Cruz na Série C e a política do clube foram debatidos por Alexandre Costa, Aroldo Costa, Lilian Fonsêca e Marcos Leandro. O programa é transmitido ao vivo no YouTube da Rádio Jornal toda segunda-feira, a partir das 15h15.


FECHAR