publicidade
06/10/20
Jean Carlos é o principal jogador do Náutico na temporada. Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Jean Carlos é o principal jogador do Náutico na temporada. Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem

Em meio à cobranças, Náutico precisa superar retrospecto ruim contra o Paraná fora de casa

06 / out
Publicado por Klisman Gama em Náutico às 8:03

O Náutico encara o Paraná nesta terça-feira (6), às 19h15, no estádio Durival de Britto. Enquanto os Alvirrubros tentam uma recuperação na Série B para voltar a aproximar do G4, a equipe paranaense está na quarta colocação e quer se manter no topo da tabela. O confronto, que não acontecia desde 2017, traz uma confortável vantagem para a equipe do Sul do país. Ao todo, foram 16 jogos, com cinco vitórias pernambucanas, quatro empates e sete derrotas. O Timbu marcou 24 gols e sofreu 30.

Nos jogos disputados longe dos Aflitos, a vantagem do Tricolor paranaense é maior. O Alvirrubro venceu apenas duas e perdeu as outras seis. Balançou as redes sete vezes e levou 17 tentos. As duas vitórias aconteceram em 2007 e 2016. Na primeira oportunidade, pela Série A, o Náutico conseguiu um grande triunfo por 4×2, com gols de Acosta, Júlio César, Geraldo e Maurício. A segunda vez que bateu o Paraná em Curitiba contou com gols de Rodrigo Souza e Rony, em confronto válido pela Segunda Divisão.

LEIA MAIS

>> Náutico tem queda brusca na criação e finalizações em má sequência na Série B; Confira os números

>> Náutico busca reabilitação na Série B contra Paraná e América-MG fora de casa

>> De chuteiras aposentadas, Carlinhos Bala se candidata a vereador no Recife e entra no campo da política

>> Ruy estreia com a camisa do Náutico e já visa as próximas partidas na Série B

A esperança alvirrubra é que volte a sair de lá com os três pontos, que serão fundamentais para recuperar a moral da equipe, até porque a cobrança por resultados está mais forte. Após o jogo contra o Confiança, a direção elevou o tom com o plantel, querendo a recuperação o quanto antes. Questão assimilada pelo grupo de jogadores, que demonstram a vontade em deixar para trás o momento ruim e engatar novamente uma sequência de vitórias na Segundona.

“É uma coisa que só quem joga futebol sabe e que tem que ter. A gente tem cobrança quando ganhamos, quando perdemos, quando não estamos em um momento bom. Se estivéssemos no G4 teria cobrança para nos mantermos nele. Então é uma cobrança natural que tem que ter e vai continuar tendo. Temos que assimilar, pegar as coisas boas que a gente estava fazendo, algumas outras temos que melhorar, é óbvio. Nos últimos três jogos não fizemos o que vínhamos fazendo quanto tivemos as vitórias, principalmente em casa. A cobrança sempre vai ter, a gente aceita e nós nos cobramos. Está todo mundo no mesmo foco, a cobrança veio, já passou o jogo, agora é foco total nesse jogo contra o Paraná, depois no América-MG, porque a gente tem que pontuar o mais rápido possível”, afirmou o meia Jean Carlos.

Confira o histórico de jogos entre Náutico e Paraná

1994 – Paraná 1×1 Náutico (F)

1994 – Náutico 0x0 Paraná (C)

2007 – Náutico 4×4 Paraná (C)

2007 – Paraná 2×4 Náutico (F) – Acosta, Júlio César, Geraldo e Maurício

2010 – Paraná 4×0 Náutico (F)

2010 – Náutico 1×4 Paraná (C)

2011 – Náutico 1×1 Paraná (C)

2011 – Paraná 2×0 Náutico (F)

2014 – Paraná 2×0 Náutico (F)

2014 – Náutico 3×1 Paraná (C)

2015 – Paraná 2×0 Náutico (F)

2015 – Náutico 2×0 Paraná (C)

2016 – Náutico 5×1 Paraná (C)

2016 – Paraná 1×2 Náutico (F) – Rodrigo Souza e Rony

2017 – Náutico 1×2 Paraná (C)

2017- Paraná 3×0 Náutico (F)

PODCAST

Na Cara do Gol é o podcast do futebol pernambucano da Rádio Jornal. A cada segunda, um novo episódio ao vivo é transmitido no Youtube da Rádio Jornal. Neste programa, entre outros assuntos, o delicado momento do Náutico na Série B do Campeonato Brasileiro.


FECHAR