publicidade
25/08/20
Torcidas organizadas em confusão no Centro do Recife. Foto: REPRODUÇÃO
Torcidas organizadas em confusão no Centro do Recife. Foto: REPRODUÇÃO

PM prende cinco homens envolvidos em confrontos de torcidas organizadas no Centro do Recife

25 / ago
Publicado por Gabriela Máxima em Náutico às 13:05

A Polícia Militar afirmou em nota oficial que predeu cinco homens que estavam no confronto entre torcidas organizadas Jovem do Sport e Fanáutico na tarde da segunda-feira, na avenida Conde da Boa Vista. Esta foi a segunda ação em menos de uma semana de uniformizadas no Recife. A confusão deve ter sido uma resposta à invasão de membros da Jovem do Sport na sede do clube alvirrubro na noite do sábado. A PM também apreendeu oito rojões, barrotes de madeira, um de ferro e mais dois barrotes de alumínio, objetivos utilizados para causar tumulto e pancadaria na cidade.

>> Briga de torcidas organizadas leva medo à Conde da Boa Vista

>> Polícia Militar é acionada, mas não consegue deter invasão da sede do Náutico

>> Membros de uniformizada do Sport invadem e depredam sede do Náutico

A nota da polícia relata que equipes do 16º BPM foram acionados para uma ocorrência de tumulto e agressões envolvendo torcedores da Fanáutico e da Torcida Jovem, às 12h. “Ao chegar no local, o policiamento se deparou com a situação em andamento, conteve o tumulto e deteve cinco homens que foram conduzidos à CEPLANC. Foram apreendidos oito rojões, barrotes de madeira, um de ferro e mais dois barrotes de alumínio. Além de duas chaves de fenda, um celular e um veículo”, diz trecho da nota.

No sábado, membros da uniformizada Jovem do Sport invadiram a sede do Náutico após o jogo entre o Timbu e o Juventude pela Série B do Brasileiro. Os vândalos danificaram carros que estavam no estacionamento do local, além do vidro da loja do clube.

Por conta das ações das uniformizadas, as autoridades do Estado vão se reunir no início da tarde desta terça-feira para discutir novas estratégias para combater ações criminosas protagonizadas pelas torcidas organizadas. O encontro contará com o juiz Flávio Pontes, do juizado Especial Cível e Criminal do Torcedor (Jetepe), Paulo Moraes, da Delegacia de Repressão à Intolerância Esportiva, e o major da PM André Leite.

“A reunião já iria acontecer, mas como houve esses dois episódios de violência com as uniformizadas, vamos também debater sobre estratégias para coibir essas ações. Estive em contato com juízes de outros estados para reunir ideias e entregá-las na reunião de hoje (terça-feira)”, informou o juiz Flávio Pontes, do Jetepe.


FECHAR