publicidade
06/08/20
Ciel chegou para reforçar o Salgueiro na reta final do Estadual Foto: Reprodução/ Instagram
Ciel chegou para reforçar o Salgueiro na reta final do Estadual Foto: Reprodução/ Instagram

Ciel supera problemas extracampo na carreira para conquistar título inédito no Salgueiro

06 / ago
Publicado por Lourenço Gadêlha em Notícias às 0:52

{'nm_midia_inter_thumb1':'https://imagens.ne10.uol.com.br/veiculos/_midias/jpg/2020/08/05/120x80/1_seloweb_600pxsalgueiro-16480804.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5f2b3f37cfdd6', 'cd_midia':16480804, 'ds_midia_link': 'https://imagens.ne10.uol.com.br/veiculos/_midias/jpg/2020/08/05/seloweb_600pxsalgueiro-16480804.jpg', 'ds_midia': 'Selo do Salgueiro campeão pernambucano', 'ds_midia_credi': 'Arte: JC', 'ds_midia_titlo': 'Selo do Salgueiro campeão pernambucano', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '1224', 'cd_midia_h': '228', 'align': 'Left'}

 

Com o título inédito do Salgueiro no Campeonato Pernambucano diante do Santa Cruz, o atacante Ciel, de 38 anos, entra para a história do Carcará. Anunciado durante a paralisação do futebol causada pela pandemia do coronavírus, o atleta foi um dos destaques da equipe interiorana na reta final do Estadual, inclusive com um gol marcado contra o Náutico na última rodada da primeira fase e uma assistência contra o Afogados nas semifinais. 

EXTRACAMPO

Marcado por problemas extracampo durante a carreira, inclusive chegando a ser preso acusado de agredir uma garota de programa em 2009 no Rio de Janeiro e dispensado do Paços Ferreira meses depois por chegar embriagado em um treinamento, Ciel deu a volta por cima e voltou para o Salgueiro para quebrar a hegemonia do Trio de Ferro no certame. Após o título, o atleta demonstrou muita fé para explicar toda a reviravolta em sua trajetória. 

“É muito gratificante pela minha história. Cheguei no Santa Cruz em 2001, com muitas tribulações extracampo. Perdi bastante, mas Deus sempre dá uma nova oportunidade. Deus me recuperou e me salvou. Em 2005 e 2006 joguei no Salgueiro, fiz história e quando voltei agora, a torcida sempre me falou que eu seria o cara que levaria o título para eles”, disse, em tom de agradecimento. 

LEIA MAIS:

> Salgueiro faz história, vence o Santa Cruz nos pênaltis e conquista título Pernambucano

> Confira a campanha vitoriosa do Salgueiro no Campeonato Pernambucano 2020

> Salgueiro se consolida como a maior força do interior pernambucano

Depois de um empate no tempo normal, a partida seguiu para os pênaltis. Com personalidade, Ciel foi o primeiro a bater para o Salgueiro e converteu. Nas cobranças seguintes, ainda viu o companheiro e capitão da equipe, Ranieri, desperdiçar sua cobrança, mas o Santa Cruz perdeu dois pênaltis e o título ficou o Carcará pela primeira vez em 106 anos do Campeonato Pernambucano. 

“Presidente me chamou para ajudar a equipe e estamos aí. Primeiro time do interior que conquista o Campeonato Pernambucano e também, no meu caso, o primeiro caruaruense campeão por um time do interior. Quem me conhece, sabe da minha história, mas Deus me trouxe aqui para brilhar pela palavra dele. Agradeço a Deus, a nação salgueirense, caruaruense.. Esse grupo está de parabéns. Falei para eles hoje a tarde que Deus ia nos honrar e dentro do Arruda a gente é campeão”, finalizou.

Aos 38 anos, esta é a segunda passagem do atleta no clube salgueirense. Ele atuou na equipe em 2006 e 2007. Campeão, o contrato do atacante vai até o fim do Estadual, mas com a possibilidade de renovação para a Série D do Campeonato Brasileiro.


FECHAR