publicidade
05/07/20
Nilmar marcou o segundo gol do Brasil. Foto: RODRIGO LOBO/ACERVO JC IMAGEM
Nilmar marcou o segundo gol do Brasil. Foto: RODRIGO LOBO/ACERVO JC IMAGEM

Rádio Jornal reprisa Brasil 2×1 Paraguai, pelas eliminatórias da Copa 2010

05 / jul
Publicado por Karoline Albuquerque em Copa do Mundo às 11:06

A pandemia do novo coronavírus adiou a partida de estreia do Brasil pelas eliminatórias da Copa do Mundo Catar-2022 que aconteceria na Arena de Pernambuco. Inicialmente programada para março, o jogo pode acontecer em setembro, mas o local não voltou a ser confirmado. Então, para matar a ansiedade por enquanto, a Rádio Jornal vai retransmitir um jogo das classificatórias para a edição 2010 do Mundial.

No dia 10 de junho de 2009, a seleção brasileira entrou no gramado do estádio do Arruda para enfrentar o Paraguai, pela 14ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas. Mais de 56 mil torcedores pernambucanos marcaram presença, lotando o estádio tricolor.

LEIA MAIS:

>Prefeito de Salvador confirma conversas adiantadas para sediar Copa do Nordeste

>Diretor da Liga é favorável ao retorno da Copa do Nordeste antes dos estaduais

>Zagueira relembra primeiro gol do Brasil em Copas do Mundo

O time comandado pelo técnico Dunga foi escalado naquela noite de quarta-feira com Julio César, Daniel Alves, Juan, Lúcio e Kleber; Gilberto Silva, Felipe Melo, Elano e Kaká; Robinho e Nilmar. O susto, porém, chegou ainda no primeiro tempo. Aos 25 minutos, o paraguaio Cabañas abriu o placar, numa tentativa de silenciar os torcedores.

Mas ainda no primeiro tempo, Robinho retomou as rédias das comemorações para a torcia brasileira. O empate saiu aos 40 minutos. E não demorou, na segunda etapa, para que o placar virasse e levasse o Arruda à comemoração. Nilmar marcou o segundo gol do Brasil, garantindo a liderança isolada da eliminatória da Conmebol.

Foram mais quatro rodadas das eliminatórias, com duas vitórias, uma derrota e um empate do Brasil. Para relembrar, acompanhe a Jornada Esportiva Especial, a partir das 16h, com Marcelo Araújo, Igor Moura, Antônio Gabriel, Roberto Queiroz e Ralph de Carvalho.


FECHAR