publicidade
04/07/20
Foto: Caio Falcão / Clube Náutico Capibaribe
Foto: Caio Falcão / Clube Náutico Capibaribe

Náutico tem negociações avançadas para fechar com patrocinador master

04 / jul
Publicado por Klisman Gama em Náutico às 18:37

O Náutico tem negociações encaminhadas e deve acertar, nos próximos 15 dias, com um patrocinador master até o fim da temporada. De acordo com apuração do repórter Antônio Gabriel, da Rádio Jornal, esta empresa seria a Estadium Bet, mesma patrocinadora do Campeonato Pernambucano e do Santa Cruz. Apesar da direção não confirmar o nome, as conversas vem acontecendo e a intenção do Timbu é de retomar os jogos já com a marca do parceiro estampada em sua camisa.

LEIA MAIS

>> Elenco do Náutico destaca foco na parte mental durante indefinição da volta do futebol

>> Náutico se prepara para duas decisões na retomada dos jogos: ‘vencer e vencer’

>> Prefeito de Salvador confirma conversas adiantadas para sediar Copa do Nordeste

>> Diretor da Liga é favorável ao retorno da Copa do Nordeste antes dos estaduais

“Estamos já emendando e isso tem reflexo, o presidente Edno Melo, o vice-presidente Diógenes Braga e o vice-presidente jurídico Bruno Becker estão em tratativas diretas com nossos possível patrocinador master. Estão em negociações e deve ser fechado nos próximos 15 dias, até antes do futebol. Já deveremos voltar com o patrocínio master na camisa”, confirmou o vice-presidente de comunicação e marketing do Náutico, Luiz Felipe Figueiredo, em entrevista à Rádio Jornal.

A pandemia do novo coronavírus atrapalhou os planos do Timbu para fazer o acerto. A negociação já estava sendo encaminhada pelo clube, mas precisaram paralisar sem a previsão de retorno do futebol no país. Mesmo assim, com acordos efetuados sobre os repasses dos pagamentos dos atuais patrocinadores, o Náutico manteve suas ações de marketing em alta para trazer visibilidade durante este momento. E conseguiu. Inclusive, na visão do dirigente alvirrubro, a marca do clube sai da pandemia maior do que quando entrou nela.

“No começo da pandemia a gente estava discutindo o patrocínio master e a coisa andando, mas com a pandemia atrapalhou tudo. Mas a gente vê que o Náutico sai com uma marca maior do que estava antes da pandemia. Porque a gente conseguiu aumentar o número de seguidores, aumentar o engajamento, visibilidade em rede nacional por várias situações, desde a nossa campanha do disque-denúncia contra homofobia, racismo, danos e injúrias contra mulheres. Conseguimos estar no cenário nacional na campanha da camisa, com a Timbuzete, a mascote feminina. Tudo isso só fez engrandecer a marca do Náutico e isso reflete no mercado de patrocínios, que todo mundo está ligado que a marca está aparecendo o tempo todo”, encerrou Luiz Felipe Figueiredo.


FECHAR