publicidade
02/07/20
Goleiro do Náutico está na expectativa para a volta dos jogos. Foto: Caio Falcão/Náutico
Goleiro do Náutico está na expectativa para a volta dos jogos. Foto: Caio Falcão/Náutico

Goleiro do Náutico revela expectativa do elenco para a volta dos jogos

02 / jul
Publicado por Blog do Torcedor em Náutico às 8:24

Enquanto o reinício das competições ainda não tem previsão, depois que a Secretaria de Saúde não liberou a volta dos jogos em Pernambuco, a expectativa do elenco do Náutico para voltar a entrar em campo só aumenta. O cenário de indefinição tem afetado o planejamento da comissão técnica, mas os jogadores estão procurando se blindar para se prepararem da melhor maneira possível.

“A expectativa é das melhores. Jogador quer jogar, sentir a adrenalina do jogo, participar dos 90 minutos. É claro que o treino é muito importante, é o que dá o discernimento para fazermos um bom jogo e jogar bem. Mas não tem a adrenalina que tem o jogo, não tem a pressão, então a gente tem que estar pronto, estamos preparando o psicológico todo dia para essa volta” avaliou o goleiro Jefferson.

Na volta dos jogos, o Náutico vai ter duas decisões pela frente. Na briga para se classificar tanto no Campeonato Pernambucano quanto na Copa do Nordeste, o Timbu vai enfrentar o Salgueiro e o Bahia, respectivamente. “Sabemos que vão ser duas decisões, todos vão ser importante, principalmente a gente de trás. Se não tomarmos gol, a gente sabe que lá na frente, com o trabalho e o conjunto, vamos conseguir marcar os gols e se Deus quiser classificar nas duas competições”, disse.

LEIA MAIS

Presidente do Náutico aprova decisão do Governo em não liberar volta dos jogos

Se recuperando de lesão, Ronaldo Alves deve reforçar o Náutico no início da Série B

Lateral do Náutico fala sobre jogos após a paralisação: “duas decisões que decidem nosso futuro”

SEDE ÚNICA

Além do Campeonato Pernambucano, o Náutico ainda aguarda uma definição para a volta da Copa do Nordeste, que será disputada em sede única por questões de segurança, para diminuir os riscos de contágio do novo coronavírus. A cidade onde os jogos vão ser disputados será definida pela CBF. O goleiro Jefferson enxerga a questão com naturalidade e diz que os jogadores vão ter que se adaptar a nova realidade.

“A gente tem que encarar com naturalidade, porque é algo que não está dentro das nossas forças. É algo para segurança de todos e se assim for determinado, a gente vai ter que acatar e vai ter que trabalhar e se virar da melhor forma. A gente quer que aconteça a competição, claro que a gente queria jogar na nossa casa, o torcedor é muito importante, mas mesmo sem eles a gente estaria na nossa casa, mas se for determinado dessa forma, vamos ter que acatar, fazer o nosso melhor para poder avançar nas competições”, destacou Jefferson.


FECHAR